Pular para o conteúdo

Notícias

Elas Digitais recebe prêmio no 16º Women in Informartion Technology

CÂMPUS GASPAR Data de Publicação: 19 ago 2022 16:24 Data de Atualização: 19 ago 2022 16:28

O grupo Elas Digitais, do Câmpus Gaspar, que reúne alunas e servidoras ligadas aos cursos de informática e de Análise e Desenvolvimento de Sistemas, recebeu o prêmio de projeto mais parceiro do Programa Meninas Digitais da Sociedade Brasileira de Computação (SBC)  no 16º Women in Information Technology. O evento faz parte do 42º Congresso da Sociedade Brasileira de Computação, realizado de 31 de julho a 05 de agosto na Universidade Federal Fluminense em Niterói (RJ). A premiação se deu pela oferta de uma oficina de uso de jogos de tabuleiros como forma de estímulo ao pensamento computacional durante o congresso. 

O Elas Digitais é um dos 130 projetos parceiros do Programa Meninas Digitais que busca divulgar a área de computação e suas tecnologias para despertar o interesse de meninas estudantes do ensino médio e dos anos finais do ensino fundamental para que conheçam a área e sintam-se motivadas a seguir na área de computação. “A premiação dá mais visibilidade para o trabalho desenvolvido pelo Elas Digitais e também mostra a importância de projetos que buscam incentivar a participação feminina na área das Steam que englobam ciência, tecnologia, artes, engenharia e matemática e de acolher as profissionais mulheres em especial da área da TI”, avalia a estudante do técnico integrado em Informática do Câmpus Gaspar Isabela Reinhold, que integra o Elas Digitais há dois anos.

A estudante Isabela e a professora Caroline Reis Rauta estiveram na 42º edição do Congresso da Sociedade Brasileira de Computação representando o Elas Digitais. Durante o evento, elas apresentaram um pôster referente ao trabalho desenvolvido com jogos de tabuleiros como forma de estímulo ao pensamento computacional e à Steam-w. “Ir para o Rio de Janeiro em um evento que aconteceu em uma universidade federal foi com certeza uma vivência extraordinária e enriquecedora. As palestras, os painéis e os projetos que eu vi e conheci abriram minha mente e me fascinaram, assim como todo o ambiente e as pessoas de lá. A apresentação do nosso projeto por meio dos pôsters e a conversa que tivemos com todos os interessados sobre o trabalho foram muito gratificantes”, explica Isabela.  

A professora Caroline Reis Rauta explica que os jogos de tabuleiros que vêm sendo trabalhados pelo grupo foram pensados para crianças e adolescentes, o “Jogo do Pensamento Computacional” é voltado para crianças entre 8 e 11 anos e o jogo "O Caminho delas"  para jovens entre 11 e 15 anos. “Ainda não há previsão de distribuição dos kits, mas eles podem ser baixados e reproduzidos facilmente por educadores de todo país pela aba "materiais disponíveis" no Elas Digitais”, explica Caroline.

 

CÂMPUS GASPAR EVENTOS

Nó: liferay-ce-prod02

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Leia Mais.