Audiência pública vai discutir oferta de cursos no Câmpus Tijucas

INSTITUCIONAL Data de Publicação: 16 mai 2024 15:12 Data de Atualização: 29 mai 2024 11:43

Anunciado pelo governo federal em março deste ano, o câmpus do IFSC em implantação no município de Tijucas será assunto de audiência pública na próxima segunda-feira (20 de maio), a partir das 19h30, na Câmara de Vereadores da cidade. Representantes da gestão do IFSC vão participar do evento, que deve ouvir a comunidade e lideranças locais para orientar a definição dos cursos a serem ofertados.

Para o reitor Maurício Gariba Júnior, a estruturação de um novo câmpus é um grande desafio, ao mesmo tempo em que representa uma oportunidade para a ampliação da atuação da instituição em Santa Catarina e, consequentemente, o desenvolvimento regional. A expectativa é que a audiência pública delimite melhor os eixos tecnológicos nos quais o novo câmpus vai atuar com ofertas de ensino, pesquisa e extensão. “Nós já ouvimos as prefeituras dos municípios do entorno, empresários, foi feita uma pesquisa via internet [local, para manifestações da comunidade], e agora a última etapa será ouvir a comunidade in loco, para verificar as demandas que eles nos trarão”, salienta.

Gariba observa que a região de Tijucas cresceu bastante nos últimos anos e abrange uma série de municípios com arranjos produtivos locais diversos, como São João Batista, Major Gercino, Bombas, Bombinhas, Itapema, Porto Belo e Biguaçu. “Sem dúvida será muito importante para essa região ter uma instituição de referência como o IFSC para o atendimento à população”, considera. Na audiência, a comitiva do IFSC irá apresentar as especificidades das ofertas da instituição e a metodologia de implantação do novo câmpus.

O Câmpus Tijucas será construído numa área da União com cerca de 84 mil metros quadrados, na região central da cidade. A solicitação de cessão à Secretaria de Patrimônio da União (SPU), já em andamento, é apenas uma das etapas que deverão ser cumpridas para a formalização da nova estrutura institucional – também será preciso, por exemplo, viabilizar junto ao Ministério da Educação (MEC) a contratação de servidores e a designação de cargos de direção (CDs) e funções gratificadas (FGs) que permitam o funcionamento do câmpus.

Leia mais sobre a audiência pública no site da Prefeitura de Tijucas.


 

INSTITUCIONAL CÂMPUS TIJUCAS