Pular para o conteúdo

Notícias

Estudantes de Química apresentam projetos e pesquisas do Conectando Saberes

CÂMPUS JARAGUÁ DO SUL-CENTRO Data de Publicação: 21 jul 2016 21:00 Data de Atualização: 06 fev 2018 15:13


Terminaram na quinta-feira (21) as apresentações dos projetos e pesquisa desenvolvidos por alunos do curso técnico integrado em Química do Câmpus Jaraguá do Sul no programa Conectando Saberes. Em cada semestre dos três primeiros anos do curso técnico integrado, os estudantes envolvem-se com a realização de investigações de caráter científico, colocam em prática conhecimentos do curso e desenvolvem o espírito crítico e investigativo. As apresentações ocorreram no auditório do câmpus.

 

Segundo o professor de física Julio Bortolini, o Conectando Saberes promove a iniciação científica de todos os estudantes do curso. “A cada dois semestres eles desenvolvem novos projetos de pesquisa. No primeiro ano do curso o tema geral é 'Sociedade e Meio Ambiente', no segundo ano é 'Química e a Vida' e no terceiro ano do curso é 'Química e a Indústria'”, explica.

 

O curso técnico integrado em Química possui oito semestres, sendo que o Conectando Saberes envolve alunos dos seis primeiros semestres. Nas primeiras fases ímpares – primeiro, terceiro e quinto semestres – do curso técnico integrado formam-se os grupos de pesquisa (4 a 7 estudantes), faz-se a escolha dos subtemas de interesse dos grupos e é definido o orientador. Na sequência, o tempo é dedicado à elaboração de um projeto de pesquisa. Ao final da fase de elaboração do projeto, os estudantes desenvolvem um documento escrito (projeto de pesquisa) e apresentam-no perante uma banca que avalia a sua viabilidade e, se necessário, sugere ajustes no trabalho.

 

Já as fases pares – segundo, quarto e sexto semestres – são dedicadas à execução da pesquisa e à socialização de resultados. Ao final da execução da pesquisa, os estudantes socializam os resultados por meio de um relatório de resultados – ou um artigo, no caso da sexta fase – e de uma apresentação pública perante banca que faz arguição e avalia a apresentação.

 

As bancas são indicadas pelos coordenadores de fase (um professor designado especificamente para acompanhar o andamento dos trabalhos e das orientações). Todas apresentações ocorrem no auditório do câmpus.

 

As apresentações são assistidas pelos próprios alunos do curso, exceto na primeira fase. “Essa organização é pensada de forma a garantir que as turmas de primeira a quinta fase assistam a pelo menos uma das apresentações com o objetivo de prestigiar o trabalho dos colegas e também de aprender com a exposição e arguição da banca”, explica o professor Julio.

 

Clique aqui e confira fotos de parte das bancas de apresentação das pesquisas.

 

Para conhecer os projetos e ter acesso aos relatórios das pesquisas já realizadas pelos estudantes, clique aqui.

CÂMPUS JARAGUÁ DO SUL-CENTRO