Reditec Sul

Data de Publicação: 22 jun 2018 15:01 Data de Atualização: 22 jun 2018 19:10

Olá!

Passei a semana no nosso Câmpus Lages, que sediou a primeira edição da Reunião dos Dirigentes das Instituições Federais de Educação Profissional e Tecnológica da Região Sul, a Reditec Sul. Foi um evento inédito na nossa Rede Federal em que participaram os reitores, pró-reitores, diretores-gerais e também os diretores de gestão de pessoas e de TI dos seis Institutos Federais da região Sul. A temática do evento foi “Impacto dos Institutos Federais no desenvolvimento regional: interiorização, inclusão e transformação”. 

Temos o compromisso, enquanto Institutos Federais, de transformar a vida das pessoas que veem na educação uma possibilidade de mudança. Como destaquei na solenidade de abertura do evento, nossa rede é múltipla e diversa, acolhe a todos. Crescemos e nos transformamos de maneira rápida e já tivemos resultados expressivos. Refletir sobre tudo o que já passamos e o que temos de desafios é fundamental para aprimorarmos a nossa atuação. Poder fazer isso de maneira conjunta, regionalmente - antes da Reditec nacional, que ocorre em setembro, em Búzios - foi muito bom! 

Na abertura do evento, tivemos a palestra do professor da Unicamp Luís Enrique Aguilar, que trouxe reflexões importantes ao tema do evento: "Inclusão é uma vocação dos Institutos Federais para saldar uma dívida histórica com milhões de brasileiros que passaram anos e anos sem acesso à educação pública e ao trabalho". Foi muito enriquecedor ouvir a fala do professor Aguilar, que é um grande estudioso das políticas públicas de educação, inclusive da nossa Rede. Compartilho seu pensamento de que um dos desafios da educação brasileira, e da rede de IFs, é promover o acesso de milhões de pessoas que hoje podem ser alunos de Institutos Federais e universidades. 

As palestras trouxeram importantes análises sobre a Rede Federal. Foram momentos importantes para reforçar nosso papel de transformação e inclusão. Destaco a união dos seis institutos da nossa região Sul. Nas oficinas, além do momento de apresentação das experiências dos institutos, tivemos encaminhamentos de ações coletivas para atuarmos mais em rede com possibilidades de programas, projetos e processos conjuntos.

Para quem quiser saber mais detalhes do evento, é possível ler as notícias publicadas no nosso Portal. Algumas atividades também foram transmitidas pela IFSCTV e as gravações podem ser conferidas aqui.

Aproveitamos que estávamos na Serra e visitamos o Câmpus Urupema, onde tivemos oportunidade de ter uma aula de análise sensorial e conhecer um pouco mais do câmpus.

Agradeço a acolhida e a organização do Câmpus Lages que, juntamente com a nossa equipe de Eventos da Diretoria de Comunicação e o Gabinete, organizou a reunião dos dirigentes da Rede Federal do Sul do Brasil com esmero e dedicação. 

Foram momentos de união, reflexões e debates, em que tivemos oportunidade de reforçar nosso papel e nosso compromisso com a educação pública e com o povo brasileiro, principalmente os mais vulneráveis, que têm nos institutos a oportunidade de transformar suas vidas e nosso País.

Carta de Lages

Quando pensamos no formato da Reditec Sul, avaliamos que, além da integração e do debate, o encontro precisava deixar um relato dos cenários que merecem atenção na avaliação dos participantes e assim foi construída a Carta de Lages, como resultado dos três dias de discussões feitas pelos dirigentes. Esse panorama serve para posicionar a Rede e orientar nossas práticas diárias de defesa e desenvolvimento da educação profissional e tecnológica. 

Temos na Carta algumas ações propostas em áreas prioritárias que podem avançar pela articulação dos seis Institutos Federais do Sul. A intenção é que, dessas definições, sejam feitos planos de trabalho integrados na Reditec nacional.

A leitura da Carta de Lages ao final do evento foi um momento especial, como vocês podem conferir na transmissão feita pela nossa IFSCTV. Vocês podem conferir o texto na íntegra aqui. 

Homenagem

Na noite de quarta, tivemos um momento muito emocionante e gratificante com a homenagem que recebemos na Câmara Municipal de Lages, marcando os 10 anos de criação do IFSC e oito anos de funcionamento do Câmpus Lages. A sessão solene foi proposta pelo vereador Lucas Neves em reconhecimento ao que o IFSC representa para a cidade e para a região serrana como um todo. Na minha fala eu destaquei nosso papel no resgate de uma dívida social e educacional de maneira especial com os municípios do interior, onde as pessoas têm mais dificuldades de acesso ao ensino de qualidade. O diretor do nosso Câmpus Lages, Thiago Meneghel, também esteve presente na solenidade e fez uma apresentação bem completa sobre o que nós ofertamos, nossos cursos e outras oportunidades.

Outros assuntos:

- Sisu: Para os candidatos que foram aprovados nos nossos cursos de graduação pelo Sisu, as matrículas começaram hoje e terminam no dia 27. Vejam as informações no nosso Portal. E para quem não foi aprovado em primeira chamada, há o prazo também até o dia 27 de junho para se inscrever na lista de espera do Sisu e concorrer a uma vaga.

- Eleições: Na segunda-feira, será aberto o período de votação para representantes ao nosso Conselho Superior e à Comissão Própria de Avaliação. Poderão votar alunos e servidores. No caso dos egressos, a escolha será por sorteio. Os eleitores receberão o link da votação por e-mail. Contamos com a participação de todos!

Até a próxima semana!