Histórico

Desde 2010, o Câmpus Garopaba atua no desenvolvimento regional

O Câmpus Garopaba do IFSC foi criado em 2010, com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento da região do Litoral Centro-Sul, que compreende os municípios de Garopaba, Imbituba, Paulo Lopes, Imaruí, Laguna e Pescaria Brava.

Com cerca de 120 mil habitantes, a região tem um rico patrimônio natural, histórico e cultural, com praias exuberantes, complexos lagunares e montanhas que atraem milhares de visitantes anualmente.

A economia da região é marcada pelo setor de comércio e serviços, com destaque para lazer e turismo, um cenário propício para o desenvolvimento sustentável e a inovação.

Desde a oferta dos primeiros cursos de qualificação profissional (formação inicial e continuada) a decisão sobre os itinerários formativos é realizada em conjunto com os arranjos produtivos locais. Em julho de 2010 foram realizados debates com entidades locais e pesquisa com os meios de hospedagem de Imbituba e Garopaba, cujos resultados subsidiaram a definição do perfil profissional a ser formado pelos cursos ofertados.

Em uma audiência pública, que contou com a participação de aproximadamente 500 pessoas, foi possível verificar que entre os cursos técnicos mais mencionados estavam os técnicos em cozinha, eventos, hospedagem, serviços de restaurante e bar, edificações, enfermagem, informática, meio ambiente, eletrônica e modelagem e vestuário.

Em junho de 2012, as atividades pedagógicas e administrativas passaram a ser desenvolvidas em sede provisória, no bairro Campo D'Una. Em 2015 houve a inauguração da nova sede na rua Maria Aparecida Barbosa, que conta com laboratórios, salas de aula, espaços administrativos e de convivência. Em 2016, o Câmpus Garopaba inaugurou o centro multiuso, um espaço que servirá como sede de eventos e outras atividades.

Linha do tempo

  • 2010 a 2012 – oferta de cursos de qualificação profissional (formação inicial e continuada) nas áreas de Turismo, Administração, Informática e Idiomas;

  • 2012 – Criação do curso técnico subsequente em Hospedagem, inauguração da sede provisória;

  • 2014 – Criação dos cursos técnicos concomitantes em Biotecnologia, Informática e do Programa de Integração da Educação Profissional ao Ensino Médio na Modalidade Educação de Jovens e Adultos (Proeja);

  • 2015 - Inauguração da sede própria;

  • 2016 – Criação dos cursos técnicos concomitante em Administração e subsequente em Guia de Turismo, inauguração do Centro Multiuso;

  • 2017 – Criação dos cursos técnicos concomitante em Controle Ambiental e subsequente em Restaurante e Bar e do primeiro curso superior do Câmpus, o de Tecnologia em Gestão Ambiental;

  • 2019 – Início da oferta do curso superior em Informática.

Voltar ao Topo