Internacionalização é discutida na Reditec

É com muita alegria que retomamos o canal da Gestão. Por orientação da Justiça Eleitoral, suspendemos temporariamente os posts, mas agora poderemos voltar a conversar mais diretamente com vocês!

E, nesta volta, trazemos a vocês o relato da nossa assessora de Relações Externas e Assuntos Internacionais, Denize Nobre Oliveira, que esteve conosco na 46ª Reunião Anual dos Dirigentes das Instituições de Educação Profissional e Tecnológica (Reditec 2022)

-------------

A Assessoria de Relações Externas e Assuntos Internacionais esteve presente na Reditec 2022, em Belém (PA). A agenda incluiu a participação em oficinas e reuniões, com destaque para a reunião do Fórum de Internacionalização (Forinter).

Orlando Rodrigues (presidente do IPB), Luís Pais (vice-presidente do IPB), Robinson Pizzio (diretor do pólo de inovação do IFSC)

Orlando Rodrigues (presidente do IPB), Luís Pais (vice-presidente do IPB), Robinson Pizzio (diretor do pólo de inovação do IFSC)

 

Na oficina “Refugiados na Rede – Panorama e perspectivas” foi discutido o acesso e a permanência de migrantes e refugiados nas instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (RFEPCT). Também foram identificados os desafios mais urgentes relacionados especialmente aos refugiados, como as ações que a RFEPCT pode tomar para regularizar a situação dos refugiados no Brasil.

A agenda do reitor do IFSC, Maurício Gariba Júnior, durante visita que ele fará a Portugal em 2023 e o acordo de dupla titulação em Enologia e Cultura, uma parceria com o Câmpus Urupema, foram discutidas entre os institutos federais e a gestão do Instituto Politécnico de Bragança (IPB).

Na reunião do Forinter, representantes da Câmara de Internacionalização do Conif destacaram a importância das ações referentes à internacionalização tanto para a projeção dos institutos federais no cenário mundial quanto para a permanência e êxito dos nossos estudantes. Também foi destacado o sucesso das ações que foram realizadas em rede, como a primeira edição do Lapassion em Rede, e o Programa PLA em Rede, que recentemente conquistou uma menção honrosa na categoria Cidadania Global, do Prêmio de Excelência da Federação Mundial de Colleges e Institutos Politécnicos (WFCP), que aconteceu este ano na Espanha.

Os assessores internacionais reuniram-se com o segundo secretário da Embaixada do Canadá no Brasil, sr. Luis Piedmont, que também representava a Câmara do Comércio do Canadá. O Secretário falou do sistema de ensino canadense e das áreas econômicas e ecossistemas de startup potenciais do Canadá.

O professor Carlos Ramos, do Instituto Politécnico do Porto (IPP) apresentou o projeto Athena (Advanced Technology Higher Education Network Alliance), um consórcio de sete instituições de ensino de médio porte em sete países europeus (Portugal, França, Itália, Alemanha, Grécia, Eslovênia e Lituânia), e ao qual mais dois países irão se juntar (Espanha e Polônia). Durante a Reditec, o Conif foi convidado a ser signatário como membro associado. O objetivo desse consórcio é oferecer educação de alta qualidade com um impacto positivo na investigação, na empregabilidade dos jovens e no avanço social, através de ações de educação e inovação. O financiamento dessa iniciativa é feito através do Programa Erasmus+, e já recebeu um investimento inicial de 6 milhões de euros, com perspectiva de receber mais 14,4 milhões na segunda fase do projeto. Dentre as instituições europeias participantes então: o Instituto Politécnico do Porto (Portugal), a Universidade de Siegen (Alemanha), a Universidade Técnica Vilnius (Lituânia), a Universidade Mediterrânea Helênica (Grécia), a Universidade de Orleans (França), a Universidade de Maribor (Eslovênia), a Universidade de Vigo (Espanha), a Universidade de Niccolo Cusano (Itália) e a Universidade Maria Curie-Skłodowska (Polônia).

Por fim, membros do grupo de trabalho (GT) “Sistematização da Internacionalização na Rede” apresentaram os resultados da primeira etapa das atividades, que se refere à estrutura dos escritórios internacionais nos institutos federais. Em 2023, o GT iniciará os trabalhos sobre os processos para a gestão da internacionalização (identificação e desenho dos fluxos), o que culminará na elaboração de um documento de referência para os gestores de Relações Internaconais. Finalizado o mapeamento dos processos, o GT trabalhará na proposta de um sistema de indicadores de internacionalização para a Rede e de um modelo de governança para a gestão da internacionalização.

A reunião foi encerrada com uma proposta de agenda preliminar do Forinter, a ser definida em reunião online ainda em 2022. Foi divulgada a data da World Federation of Colleges and Polythechnics (WFCP), em Montreal (Canadá), de 23 a 25 de abril de 2023, após a qual será proposta uma missão internacional do Conif na mesma cidade.

Valter Vander de Oliveira | Proex
Mensagens: 10
Estrelas: 0
Data: 21/12/22
Jesué Graciliano da Silva | Prodin
Mensagens: 14
Estrelas: 0
Data: 19/12/22
Andréa Martins Andujar | Diretoria Executiva
Mensagens: 12
Estrelas: 0
Data: 19/12/22
Flavia Maia Moreira | Proppi
Mensagens: 6
Estrelas: 0
Data: 16/12/22
Maurício Gariba Júnior | Reitor do IFSC
Mensagens: 9
Estrelas: 0
Data: 15/12/22
Adriano Larentes | Proen
Mensagens: 15
Estrelas: 0
Data: 15/12/22
Aloisio da Silva Junior | Proad
Mensagens: 3
Estrelas: 0
Data: 02/05/22