Pular para o conteúdo

Notícias

Com apoio da Fapesc, estudantes desenvolvem solução para suporte a clientes

CÂMPUS CAÇADOR Data de Publicação: 22 abr 2019 06:30 Data de Atualização: 17 abr 2019 15:41
Com apoio da Fapesc, estudantes desenvolvem solução para suporte a clientes

Um dos principais desafios das empresas de tecnologia nos dias de hoje é melhorarem a sua relação de atendimento ao cliente. E para isso são necessárias ferramentas que facilitem e otimizem o processo. Percebendo essa situação, o curso de bacharelado em Sistemas da Informação do Câmpus Caçador  vem atuando no “Desenvolvimento de solução de gerenciamento de atendimento integrado a aplicativo de comunicação de mensagens para suporte a clientes críticos”. 

Em um trabalho conjunto com a GGNet, foi identificado que o suporte a clientes corporativos e provedores não era realizado em um tempo satisfatório devido à falta de gerenciamento no processo. Filas de espera, geração e acompanhamento de chamados técnicos, nível do contrato do cliente, tempo de resposta e a falta de relatórios de gerenciamento e estatísticas, impactam a qualidade na prestação e manutenção do serviço atual e futuro a estes clientes. Assim, o projeto busca pesquisar e desenvolver uma solução computacional para o problema. 

O projeto foi contemplado com recursos do edital de apoio a projetos de pesquisa aplicada da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc), o que para o professor do IFSC e coordenador do trabalho, Marco Antonio Torrez Rojas, é de suma importância para sua execução. “É muito importante ter o apoio do IFSC/Fapesc para realizar este projeto, pois, assim podemos desenvolver pesquisa e aplicar em parceiro local, gerando benefícios para a empresa e seus cliente, bem como para a comunidade. Além disso o envolvimento dos alunos possibilita a oportunidade de trabalhar em um projeto completo e que está muito relacionado ao que estão cursando” afirmou.

Marco ainda reforçou o fortalecimento da relação entre o IFSC e a comunidade com um projeto como esse. “Também a sociedade local ganha com este apoio, pois, uma empresa local vai se beneficiar do envolvimento do IFSC na busca de uma solução para um problema da empresa”, explicou. 

O projeto tem duração de 12 meses, começando em abril deste ano e contará com dois bolsistas, além de alunos que participarão de modo voluntário. Ao final do projeto, o objetivo é além de desenvolver um sistema que otimize o atendimento ao cliente, mas também que os alunos tenham a experiência de fazer parte de um projeto que englobe uma solução tão inovadora.

CÂMPUS CAÇADOR INOVAÇÃO