Pular para o conteúdo

Notícias

Resfriador rápido de bebidas e alimentos é exposto no Sepei 2018

CÂMPUS SÃO JOSÉ Data de Publicação: 20 set 2018 14:48 Data de Atualização: 20 set 2018 16:33
Resfriador rápido de bebidas e alimentos é exposto no Sepei 2018
Estudantes de Refrigeração e Condicionamento de Ar desenvolveram o resfriador (Foto: Felipe Silva | Jornalista do IFSC)
Resfriar uma lata de refrigerante em um minuto ou produzir uma dúzia de sacolés em seis minutos? É possível, com o resfriador rápido para bebidas e alimentos, um equipamento produzido por estudantes do curso técnico integrado em Refrigeração e Condicionamento de Ar do Câmpus São José. O resfriador, construído a partir de um freezer comum, foi exposto no estande do câmpus no Seminário de Ensino, Pesquisa, Extensão e Inovação do IFSC (Sepei) na quarta (19), no Câmpus Florianópolis-Continente.
 
O freezer foi adaptado pelos estudantes e possui um compartimento onde é colocado álcool líquido à temperatura de -25ºC. É nesse fluido, que fica sempre em movimento de vórtice (girando), que o material a ser resfriado é mergulhado. O rápido resfriamento que o equipamento proporciona ajuda a manter a qualidade dos alimentos, segundo explica um dos estudantes responsáveis, João Victor Crispim.
 
"Se o congelamento é rápido, não se formam cristais de gelo em volta do alimento, como ocorre no congelamento mais lento. Isso mantém aroma, gosto e textura dele por mais tempo", explica. A ideia é que o equipamento seja viável para comercialização. De acordo com João, sistema parecido existe hoje na indústria de picolés. Para demonstrar o funcionamento do resfriador, os estudantes produziram sacolés para distribuir aos visitantes do Sepei.

A criação do resfriador rápido está ligada com a de outro aparelho, o descascador automático de pinhão, também exposto no estande do Câmpus São José. A intenção é que o pinhão, depois de descascado, possa ser resfriado rapidamente e mantenha suas características e qualidade mesmo quando congelado.

Além de João Victor, participam dos projetos e estavam no estande do câmpus na quarta os estudantes Marcos Vinícius Wagner, Mayara da Silva, Roger Albino e Thuany Tenfen. A orientação é do professor Jorge Luiz Pereira, que já desenvolveu equipamento parecido em parceria com o também professor Rogério Vilain. Essa iniciativa foi tema de reportagem da IFSC TV ano passado.
 
 
CÂMPUS SÃO JOSÉ EVENTOS