Pular para o conteúdo

Notícias

Revista Caminho Aberto comemora publicação da 10ª edição e se lança a novos desafios

EXTENSÃO Data de Publicação: 27 jun 2019 11:37 Data de Atualização: 27 jun 2019 13:59

A equipe editorial da Caminho Aberto: Revista de Extensão do IFSC recebeu convidados na tarde desta terça-feira (25 de junho) para o lançamento comemorativo de sua décima edição. Nascida a partir de um esforço multidisciplinar que envolveu servidores de diversos câmpus e áreas, a Caminho Aberto lançou seu primeiro número no segundo semestre de 2014 e desde então mantém periodicidade semestral, publicando artigos e relatos de experiência sobre ações e projetos extensionistas desenvolvidos em instituições de todo o país. 

O editor geral da revista, Douglas Juliani, destaca que a sustentabilidade sempre foi uma preocupação da equipe editorial e que esta é uma questão comum em todas as publicações científicas - o desafio de manter a periodicidade em dia, que é um dos referenciais de qualidade. Ele também destaca o aumento perceptível no grau de interesse dos autores pela Caminho Aberto desde o primeiro número, quando foram recebidas 49 submissões: para as edições de 2019 foram 87 textos encaminhados. "Nós recebemos submissões de todo o Brasil, de universidades públicas e privadas, de institutos federais. Todo o Brasil está representado na Caminho Aberto", constata.

A preocupação com a qualidade do processo avaliativo é outro aspecto destacado por Douglas Juliani no trabalho editorial - o que envolve o complexo processo de triagem dos trabalhos recebidos, com etapas como verificação do cumprimento das normas de submissão, gerenciamento de cada texto no fluxo, acompanhamento do trabalho dos avaliadores ad hoc, decisão editorial, revisão e diagramação, organização da versão on-line e dos exemplares impressos. Esse processo, afirma, está em constante revisão e aprimoramento para garantir a qualidade final de cada edição. Além de disponibilizada em acesso aberto no site da revista - são cerca de 900 visitas mensais -, a Caminho Aberto também é distribuída em exemplares impressos para institutos federais, universidades e bibliotecas públicas, ampliando o alcance da publicação e, de quebra, gerando imagem positiva para o IFSC.

Para 2019, a equipe editorial planeja investir em melhorias que garantam o cumprimento de critérios de qualidade exigidos por bases de dados e indexadores que resultem em mais visibilidade. A atualização da versão do Open Journal Systems (OJS), sistema utilizado para toda a gestão da produção do periódico, também está entre as melhorias previstas. Outra novidade para breve será o lançamento do novo projeto gráfico da revista, desenvolvido pelo programador visual Glauco Borges, da Diretoria de Comunicação da Reitoria, que vai favorecer a leitura em telas verticais como as de tablets e smartphones.

Consolidação da Extensão

"É um orgulho estar aqui hoje e perceber que o IFSC está consolidando esse trabalho tão importante", disse a reitora Maria Clara Kaschny Schneider, que destacou a importância da Caminho Aberto para aprimorar a compreensão sobre a Extensão no IFSC e em outras instituições. Ela fez elogios à equipe, que começou a pensar o periódico há pouco tempo e alcançou resultados muito rápido. "Dez anos atrás a Extensão era um desafio, e hoje nós podemos dizer que esse desafio está sendo cumprindo e com uma revista como a Caminho Aberto os registros são feitos, o que é muito importante", afirmou Maria Clara.

O evento reuniu autores, servidores que atuam na área da Extensão em vários câmpus e na Reitoria e colaboradores da revista. O grupo foi recebido no restaurante do Câmpus Florianópolis-Continente com um coquetel de pratos árabes preparado e servido pelos alunos de Gastronomia, em atividade prática supervisionada pelos professores Cassiano Fonseca, da área de Alimentos e Bebidas, e Gustavo Maresch, da área de Cozinha. Um grupo de músicos do coral do Câmpus Florianópolis também participou, apresentando algumas canções no início do coquetel.

 

EXTENSÃO