Pular para o conteúdo

Notícias

Pesquisa e extensão fortalecem parceria entre IFSC e Centro de Inovação Novale Hub, em Jaraguá do Sul

INSTITUCIONAL Data de Publicação: 23 set 2019 15:21 Data de Atualização: 23 set 2019 15:35
Pesquisa e extensão fortalecem parceria entre IFSC e Centro de Inovação Novale Hub, em Jaraguá do Sul

Reunir, em um único espaço, instituições de ensino e pesquisa, representantes do governo e jovens empreendedores com ideias inovadoras, com o objetivo de gerar conhecimento e desenvolvimento regional. Esta é a proposta que levou à criação do Centro de Inovação de Jaraguá do Sul, o Novale Hub, inaugurado em novembro de 2018 e que tem o IFSC como uma das instituições responsáveis por gerenciar as novas ideias e selecionar as startups que utilizam o espaço.

A fim de aproximar ainda mais o Instituto Federal e as empresas de base tecnológica que estão instaladas no Novale Hub, está sendo desenvolvido um projeto de extensão que fortalece a integração entre a escola e o o centro de inovação. O projeto intitulado “Desenvolvimento e articulação de proposta de trabalho para startups de base tecnológica: uma aproximação entre o Câmpus Jaraguá do Sul – Rau e o Centro de Inovação Novale Hub” atua em três vertentes de trabalho diferentes.

A primeira frente tem foco na promoção de eventos pelo IFSC dentro do Novale Hub. Tais eventos buscam convergir temas que são de interesse tanto do Instituto quanto das startups. O primeiro evento será a palestra “Análise financeira de empresas: uma aproximação teórica do mundo corporativo”, que será realizada na próxima quarta-feira, às 10h, no auditório do centro de inovação. O palestrante será o professor do IFSC e coordenador do projeto, William José Borges.

A segunda linha de trabalho busca a aproximação com os membros do Novale Hub, por meio do levantamento de necessidades e possibilidades de parceiras. “Como são ideias jovens que estão aqui, muitas delas precisam tomar um rumo para um lado mais comercial, buscar um outro mercado. Então vamos fazer essa troca de experiências entre o que nós vemos na academia e os empreendedores vivenciam aqui”, explica Borges. Esse contato foi iniciado recentemente. “Nós conhecemos o pessoal e tivemos conversas com alguns desses jovens empreendedores. Tem muitas ideias interessantes”, acrescenta o professor Gil Magno Chagas, que faz parte do projeto de extensão e representa o IFSC no Conselho do Novale Hub.

Já a terceira vertente do projeto de extensão busca fazer o caminho inverso: após conhecer as demandas dos membros do Novale Hub, o IFSC se propõe a encontrar caminhos para transformar as demandas em projetos de pesquisa. “É uma troca. Vamos levar essas ideias para dentro do IFSC, para que os professores possam pegar isso e transformar em projetos”, explica Borges.

Projetos de pesquisa auxiliam novos empreendimentos

A pesquisa científica também faz parte das ações do IFSC vinculadas ao Novale Hub. Pelo menos dois projetos de pesquisa do Instituto se relacionam com as atividades do centro de inovação. Um deles, que vem sendo desenvolvido desde 2018 com recursos da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc), tem a intenção de ajudar empresas catarinenses a inovar. O estudo observou os fatores que levam empreendedores do estado a terem sucesso quando optam pela inovação. “Essa pesquisa está feita. Temos os dados e precisamos transformar isso e informação para os empresários”, salienta o professor Borges.

Em complemento ao primeiro projeto de pesquisa, um segundo vai ser realizado, desta vez financiado pelo próprio IFSC. A proposta é criar um modelo de gestão para auxiliar os empreendedores que estão dentro do Novale Hub. “Vamos mostrar onde obter crédito em Santa Catarina, quais as melhores cidades, onde tem aeroporto perto, etc. Seria como uma cartilha mostrando para eles o caminho das pedras”, completa.

Ponto de vista empresarial

Um dos empresários que escolheu o Novela Hub como local para desenvolver seu negócio foi Jefferson Amendolara. Ele é CEO da startup VOU, que desenvolve um sistema de gerenciamento de eventos corporativos, incluindo inscrições, hospedagens, alimentação e atrativos locais.

Para o empresário, a possibilidade de troca de conhecimentos foi um importante elemento para a escolha do Novale Hub para sediar sua startup. “A gente recebeu o convite para vir para cá, na primeira horda de startups do centro de inovação, e julgamos bastante atrativo. Tem alguns benefícios, além da questão do network com outras empresas, com a WEG e instituições como o IFSC”, afirma.

Uma das ideias que surgiram graças ao contato da empresa com o Instituto foi a de construir uma torre de energia solar usada para o carregamento de celulares. A proposta veio em conversas com os professores do IFSC. “Eles adoraram a ideia e vamos ver se vai adiante. Acredito que essa é uma das iniciativas que pode proporcionar o envolvimento dos estudantes com as startups e o centro de inovação”, aponta.

Origem espanhola

Construído com recursos do Governo do Estado e mantido pela Prefeitura Municipal de Jaraguá do Sul e pelas startups que utilizam seu espaço, o Centro de Inovação de Jaraguá do Sul - Novale Hub baseia-se num modelo de inovação e fomento de novas ideias que surgiu na Espanha. Por lá a iniciativa deu certo e vem sendo replicada em todo o mundo.

O modelo de negócios pretende privilegiar novas e boas ideias por meio da criação de ambientes empresariais compartilhados, dando o pontapé inicial para que empreendimentos jovens possam se firmar no mercado. “Várias startups sugiram desses ambientes e depois que elas cresciam e saiam desses espaços, ajudavam a financiar novas ideias. É um sistema que se retroalimenta”, explica o professor William José Borges

Em Santa Catarina, Florianópolis foi a primeira cidade a receber esse tipo de iniciativa. O movimento contou com o apoio da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), que impulsionou a criação e o desenvolvimento de empresas com foco em tecnologia e inovação. Percebendo esse sucesso, o Governo do Estado decidiu expandir o modelo para outras cidades, como Jaraguá do Sul.

O Governo do Estado financiou a obra. Ao município coube ceder o terreno para sua construção e a responsabilização pela manutenção financeira do Centro até que ele consiga se autofinanciar.

O Centro de Inovação fica localizado no bairro Três Rios do Sul, próximo a empresas de tecnologia, bem como de instituições de ensino como IFSC, Universidade Católica e Senac. Outros projetos para o entorno, como a construção de um Parque Ecológico e do Centro Up – voltado para a manufatura de projetos vinculados ao Novale Hub –, devem fazer da região o Distrito de Inovação de Jaraguá do Sul, atraindo e fixando empreendimentos com essa vocação.

 

INSTITUCIONAL