Pular para o conteúdo

Notícias

Câmpus Chapecó organiza roda de conversa “Black Lives Matter: dos EUA ao Brasil”

ENSINO Data de Publicação: 16 jun 2020 20:57 Data de Atualização: 17 jun 2020 12:09

O Câmpus Chapecó organiza a roda de conversa “Black Lives Matter: dos EUA ao Brasil”. O evento é aberto ao público interessado, nesta quarta-feira (17), a partir das 19h, por meio do Google Meet. A temática está relacionada ao movimento antirracista, mais especificamente ao movimento “Black Lives Matter”, registrado em diversas partes do mundo nas últimas semanas. 

Três professores convidados irão debater o assunto: Claudete Gomes Soares, da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS/Chapecó), Luciano Nascimento Corsino, do Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS/Rolante) e Carina Santiago dos Santos, da Universidade do Oeste de Santa Catarina (Udesc/Prefeitura de Florianópolis).

“A atividade tem o intuito de aproximar mais os estudantes e suas famílias com debates multidisciplinares e atuais da sociedade”, afirma a professora Alice Dionizio, de Espanhol, que organiza a atividade junto a outros professores do Técnico em Informática Integrado ao Ensino Médio, como Janilson Lotério, de Matemática, e Emy Lunardi, de História.

Black Lives Matter: dos EUA ao Brasil
Data: 17 de junho de 2020, quarta-feira
Horário: 19h
Local: Google Meet ( https://meet.google.com/ixe-caon-kkm )
 

Convidados:

Claudete Gomes Soares, da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS/Chapecó)
"Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho- UNESP Marília (1997), mestrado (2000) e doutorado (2009) em Sociologia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). É professora adjunta IV da Universidade Federal da Fronteira Sul, na cidade de Chapecó-SC. Entre setembro de 2006 e agosto de 2007, foi bolsista sanduíche Capes, no quadro do estágio de doutorando no exterior, na École des Hautes Etudes en Sciences Sociales em Paris. Como professora universitária tem ministrado disciplinas nas áreas de sociologia e sociologia política. Em suas atividades de pesquisa, tem priorizado temas ligados ao pensamento político e social brasileiro, a relação entre movimentos sociais e partidos e o debate contemporâneo sobre as relações raciais no Brasil contemporâneo. É autora do livro "Raça, classe e cidadania: a trajetória do debate racial no Partido dos Trabalhadores", editado em 2015, pela Editora CRV, resultado da tese de doutorado defendida em 2009."

Carina Santiago dos Santos, da Universidade do Oeste de Santa Catarina (Udesc/Prefeitura de Florianópolis)
“Graduação em História - Bacharelado e Licenciatura pela Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC (2005), mestrado em Ensino de História pelo Mestrado Profissional em Ensino de História - ProfHistória, da Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC (2016) e doutoranda no Programa de Pós-Graduação em História - UDESC na linha Culturas Políticas e Sociabilidades (2017). Bolsista Capes pelo Programa de Mobilidade Acadêmica Abdias Nascimento na University of Florida (Doutorado sanduíche: agosto 2018 - agosto 2019), pesquisadora associada ao NEAB-UDESC (2005-2018) e vinculada ao Laboratório de Ensino de História - LEH/UDESC. Tem experiência na área de História, com ênfase em História, atuando principalmente nos seguintes temas: História, ensino de História, Educação das Relações Étnico-Raciais, Ensino de História e Cultura Africana e Afro-Brasileira, Educação de Jovens e Adultos, Diversidade e Ação Afirmativa. Professora de História na Rede Municipal de Florianópolis/ Santa Catarina - Brasil.”

Luciano Nascimento Corsino, do Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS/Rolante)
“É docente do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - IFRS - Campus Rolante. Possui graduação em Licenciatura em Educação Física pelo Centro Universitário Metropolitano de São Paulo - UNIMESP-FIG, especialização em Educação para as Relações Étnico-Raciais pela Universidade Federal de São Carlos - UFSCar, mestrado em Educação e Saúde na Infância e na Adolescência pela Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP e doutorado em Educação na Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP. É autor do livro "O Professor diante das relações de gênero na Educação Física Escolar" (Cortez, 2012) e do livro "Educação Física Escolar e Relações Étnico-Raciais: subsídios para a implementação das leis 10.639/03 e 11.645/08 (CRV, 2016)". É membro associado ao International Study Association on Teachers and Teaching - ISATT e à Associação Brasileira de Pesquisadores Negros - ABPN. Participa do Grupo Autônomo de Estudos em Educação Física Escolar Professores Pesquisadores, é pesquisador do Grupo de Pesquisas em Educação, Comunicação e Feminismo - UFJF e lidera o Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Educação, Antirracismo, Gênero e Juventude - IFRS.”

 

ENSINO CÂMPUS CHAPECÓ

Nó: liferay-ce-prod03