Pular para o conteúdo

Notícias

Estudantes de Gestão do Turismo organizam lives para discutir setor em Santa Catarina

EXTENSÃO Data de Publicação: 17 mar 2021 16:52 Data de Atualização: 20 abr 2021 20:09

A troca de experiências entre academia e comunidade é uma forma de desenvolver e fortalecer os setores produtivos. É com essa premissa que o Curso Superior de Gestão de Turismo desenvolve um projeto de extensão para discutir como está o enfrentamento da pandemia e como diversificar as opções turísticas. A concepção e a organização das temáticas foram feitas pelos alunos da 2ª fase do curso, dentro da unidade curricular "Atividades de Extensão", coordenada pela professora Risolete Maria Hellmann.

Por conta do isolamento social, as rodas de conversa serão online e é necessário fazer inscrição prévia. Três lives estão programadas  - todas marcadas para iniciar às 20 horas:

- Dia 22 de março, o tema será "Turismo Histórico em Florianópolis - muito além de sol e mar", com o guia de turismo e professor Isaac Garcia Ribeiro, formado pelo IFSC. Para se inscrever acesse aqui.
- No dia 24 de março, "Hospedagem segura em tempos de pandemia", com as especialistas Carla Lopes e Giovanna Bonelli. Acesse aqui para se inscrever nesta segunda live. 
- No dia 29 de março, o assunto será "As diferentes formas de proporcionar experiências turísticas". Para esta roda foram convidados Rodrigo Stupp - o Guia Manezinho, também egresso do IFSC, e dois representantes do Oeste catarinense, Gláucia e Maurício, da Gralha Azul Ecoturismo. Acesse aqui para se inscrever nesta live.

Os inscritos receberão, um dia antes, por e-mail, o link para acesso à sala. Além de estudantes, são convidados a participar profissionais da área e interessados na área do Turismo.

Extensão como formação acadêmica

As lives fazem parte do projeto de extensão "A mão dupla do turismo: a comunidade e a academia em rodas de conversa para trocas de experiências", coordenado pela professora Risolete dentro da unidade curricular "Atividades de Extensão". Ela afirma que os próprios alunos são os protagonistas destas rodas de conversa, sendo responsáveis pela concepção, organização e mediação. "É uma experiência diferente também por conta da necessidade de realizar esses eventos de forma online. Mas eles estão assumindo seus papéis e estão muito empolgados com o desafio."

Risolete explica que, desde a concepção do projeto pedagógico do CST em Gestão de Turismo, a curricularização da extensão foi pensada como unidades curriculares - na 2ª e na 6ª fases. Objetivo é que os alunos possam compreender e vivenciar  a importância da extensão na formação acadêmica. "Para isso, no início da unidade , compartilhamos algumas questões teóricas sobre conceito, legislação, princípios e diretrizes da extensão, assim como  convidamos professores extensionistas e discentes envolvidos nos projetos para falar sobre concepção, os objetivos e as atividades realizadas, principalmente na área de formação - o turismo. Os discentes compartilharam suas experiências com a extensão e como isso faz diferença na formação acadêmica."

Depois dessas conversas, a turma foi então dividida em três grupos, subdivididos em equipes de marketing, infraestrutura e relações externas. Eles escolheram os temas das lives, convidaram os palestrantes e atuarão na mediação. 

Segundo Risolete, desta forma espera-se que os alunos, com seu protagonismo, coloquem em prática e aperfeiçoem seus conhecimentos em extensão universitária, promovam o desenvolvimento de habilidades e competências na área de gestão do turismo através dos debates, contribuam para a promoção das atividades turísticas e promovam a troca de informações com estudantes de outras instituições, profissionais e, empresas da área e outros interessados por turismo na comunidade externa.

 

EXTENSÃO CÂMPUS FLORIANÓPOLIS-CONTINENTE

Nó: liferay-ce-prod01