Pular para o conteúdo

Notícias

Projetos estudam e aperfeiçoam logística reversa de pneus e medicamentos em SLO e região

ENSINO Data de Publicação: 29 set 2021 14:47 Data de Atualização: 30 set 2021 15:38

Dois projetos foram desenvolvidos por estudantes de cursos técnicos do Câmpus São Lourenço do Oeste, voltados para a área de logística reversa, entre os meses de agosto e setembro: um voltado para a logística reversa de pneus e outro para a logística reversa de medicamentos.

Os projetos foram aprovados pelo edital 03/2021/1, de Apoio ao Desenvolvimento de Projetos Integradores do Câmpus São Lourenço do Oeste. Cada um recebeu R$ 500,00, o que foi fundamental para a execução.

O projeto de logística reversa de pneus foi desenvolvido no município de Jupiá (SC) e contou com a participação dos alunos do Centro de Educação Municipal da cidade. Ao longo da execução, foi elaborado um informativo de conscientização para a população sobre a importância da correta destinação dos pneus no meio ambiente. Para a elaboração desse informativo, foi definido, entre os organizadores do projeto e junto à Prefeitura, um local fixo como centro de coleta definitiva dos pneus na cidade.

No trabalho de conscientização com os alunos, foi apresentado esse ponto de coleta da cidade para que todos o conhecessem e o divulgassem para seus familiares, além de ter sido realizada uma conversa com os alunos sobre a importância da correta destinação dos resíduos no meio ambiente. Participaram dessa atividade, aproximadamente, 150 estudantes do 1º ao 5º ano do Centro de Educação Municipal.

Logística reversa de medicamentos

O outro projeto desenvolvido foi voltado para a logística reversa de medicamentos em São Lourenço do Oeste.  O estudo foi desenvolvido por Simone Mueller Bitencourt e Talila Gracieli Vieira, alunas dos cursos Técnico em Logística e Técnico em Vendas, respectivamente, em seu projeto integrador. O objetivo foi o de compreender e descrever o descarte de medicamentos no município de São Lourenço do Oeste (SC) e suas consequências para o meio ambiente e para a saúde humana, sob a perspectiva da logística reversa.

Foram feitas pesquisas com as farmácias para compreender como é a logística atual no município e quais os principais desafios pela ótica do empresário. Para os consumidores, foram efetuadas pesquisas para descobrir como é realizado o descarte de medicamentos no cotidiano.

As pesquisas com os consumidores contaram com a participação de 254 respondentes em uma amostra aleatória, valor representativo a 1% da população da cidade. Elas apontaram que 88,83% da população se mostra disposta a destinar seus medicamentos em desuso em locais disponibilizados ao público. Diante desses dados, em contato entre os organizadores do projeto e a Secretaria Municipal de Saúde, foi definida a disponibilização de caixas coletoras de medicamentos nas unidades de saúde municipal.

 

ENSINO CÂMPUS SÃO LOURENÇO DO OESTE

Nó: liferay-ce-prod02

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Leia Mais.