Pular para o conteúdo

Notícias

Estudantes do Câmpus SLO realizam ação de recuperação de Áreas de Preservação Permanente

EXTENSÃO Data de Publicação: 08 dez 2021 14:53 Data de Atualização: 17 dez 2021 12:35

Planejar e executar ações de preservação ambiental em parceria com a comunidade. Esta foi a missão de um grupo de estudantes e bolsistas do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC), Câmpus São Lourenço do Oeste (SLO), que trabalhou em uma ação em Áreas de Preservação Permanente (APPs) em comunidades rurais pertencentes às Bacias Hidrográficas do rio Macaco e rio Lageado de São Lourenço. O projeto intitulado “Plantando vida e colhendo água” está integrado ao Edital de extensão 14/2021 Protagonismo Discente e ocorreu entre os meses de setembro e dezembro de 2021. 

Conforme o coordenador da atividade e professor do IFSC, Leandro Roberto da Cruz, o projeto foi dividido em quatro etapas: planejamento, escolha das áreas, ações práticas e acompanhamento pós plantio das mudas. A ação garantiu a atuação de forma colaborativa entre os estudantes e a comunidade rural a partir do plantio de quase 70 mudas de espécies nativas. Outras 240 mudas devem ser plantadas em próximas edições da ação.

“O objetivo foi contribuir com a formação profissional e protagonismo dos discentes bolsistas e voluntários por meio da aplicação de habilidades e competências desenvolvidas nas unidades curriculares do curso Técnico em Agronegócio, que muitas vezes ocorre de maneira fragmentada. Também buscamos proporcionar a prática de solução de problemas, norteando a adoção de seus conhecimentos técnicos sempre considerando aspectos sociais, ambientais e econômicos da realidade ao qual está inserido”, destaca Leandro. 

Em relação à comunidade externa, o projeto foi pensado para garantir o engajamento dos produtores na recuperação de APPs nas propriedades rurais integradas às principais bacias hidrográficas do município. A meta, segundo Leandro, é assegurar o aumento da disponibilidade e qualidade da água no futuro, que terá como consequência um impacto positivo no desenvolvimento sustentável dos agroecossistemas no município.

O professor Leandro da Cruz também enalteceu o engajamento entre discentes e comunidade em prol da preservação ambiental. “O projeto motivou os alunos a trabalharem em equipe, serem protagonistas. A ideia e proposta partiu deles e, claro que auxiliamos na escrita do projeto e na orientação, mas é muito bom perceber o envolvimento e preocupação deles em atender a comunidade plenamente. Foi excelente trabalhar dessa forma e perceber o quanto a comunidade os acolheu”, salientou o professor. 

A estudante Mauricéia Rita Dalle Tese que integrou a atividade, avaliou positivamente fazer parte de uma instituição como o IFSC que incentiva a concretização destas ações. “O projeto nos proporcionou uma melhor interação com os agricultores do nosso município. Tivemos a oportunidade de explicá-lo melhor e enaltecer a importância da preservação e recuperação das APP, ainda mais que nesse momento sofremos com a maior crise ambiental dos últimos anos”, enfatizou Mauricéia. 

Participaram da ação os estudantes Andressa Fernandes Custódio, Bruna Magda Favetti, Giovani Cunico, Isabela Costa Richter, Josiane Rocha, Mauricéia Rita Dalla Tese, Willian Baesso, coordenados pelo professor Leandro Roberto da Cruz.

EXTENSÃO CÂMPUS SÃO LOURENÇO DO OESTE

Nó: liferay-ce-prod03

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Leia Mais.