Pular para o conteúdo

Notícias

Câmpus Tubarão forma mais de 40 estudantes de ensino fundamental em curso de robótica

ENSINO Data de Publicação: 22 jun 2022 15:14 Data de Atualização: 27 jun 2022 13:08

O Câmpus Tubarão do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) realiza nesta sexta-feira (24), às 14h, a formatura do curso “Robótica na Escola: Programando o Futuro”, realizado em parceria com a prefeitura municipal. Na ocasião, 43 estudantes dos oitavo e nono anos do ensino fundamental receberão seus certificados de conclusão do curso. 

A formatura será realizada no IFSC Tubarão (Rua Deputado Olices Pedra de Caldas, 480, Dehon), com as presenças da direção do Câmpus, professores do curso e representantes da prefeitura e da Fundação Municipal de Educação de Tubarão.

Os alunos são das escolas de ensino básico Arino Bressan, João Hilário de Mello e São Judas Tadeu. Em cursos com duração de 20 horas, eles tiveram aulas sobre a montagem dos robôs utilizando kits de robótica educacional Lego, aprendendo sobre uso de sensores, lógica de programação e resolução de problemas em equipe.

“Muitos desses alunos acabam pensando que esse tipo de tecnologia ou é muito complexa ou é algo que não está como uma oportunidade de aprendizagem para eles. Com essa proposta, a gente consegue abrir portas e levar para os jovens um pouco do que é a tecnologia, desmistificando essa questão de complexidade e que é possível”, destaca o diretor do IFSC Tubarão, Henri Carlo Belan.

“Com a nossa estrutura e estando próximo, a gente consegue mostrar para eles que é possível investir e buscar um futuro nessa área. Damos uma pincelada geral sobre o assunto, por meio de brincadeiras fáceis de se programar. Eles conseguem ter uma ideia do que é a robótica e também conhecem o IFSC, que tem bons equipamentos e cursos gratuitos”, completa.

Para diretor-presidente da fundação municipal de Tubarão, Maurício da Silva, iniciativas como a realizada pelo IFSC e a prefeitura são importantes para preparar os jovens para as mudanças no mundo trabalho. “Aquelas atividades que exigem menor qualificação e pagam menos vão sendo substituídas pelas máquinas. Então, não tem outra saída a não ser qualificar os nossos estudantes para que eles estejam aptos ao mundo do trabalho da indústria 4.0, mas principalmente o do avanço da automação. A nossa expectativa é que no ensino médio eles possam aprofundar os conhecimentos e depois mais ainda no ensino superior”, defende.

O projeto recebeu cerca de R$ 90 mil de financiamento, através do edital nacional do Instituto Federal do Espírito Santo (IFES), que em 2021 selecionou projetos de iniciação tecnológica de instituições da Rede Federal para o desenvolvimento de ações de formação em programação aplicada de estudantes dos dois últimos anos do ensino fundamental das redes públicas de ensino. No IFSC, o projeto é realizado pelos câmpus Garopaba e Tubarão, com cursos sendo realizados em Tubarão, Imbituba e Capivari de Baixo. 

ENSINO EXTENSÃO CÂMPUS TUBARÃO

Nó: liferay-ce-prod02

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Leia Mais.