Pular para o conteúdo

Notícias

Turma de Licenciatura em Química desenvolve materiais didáticos criativos

ENSINO Data de Publicação: 04 jun 2019 07:00 Data de Atualização: 03 jun 2019 08:51

Estudantes de Licenciatura em Química do Câmpus Criciúma estão colocando seus conhecimentos em prática e vivenciando experiências que terão como futuros docentes de Química. No segundo semestre de realização do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid), os estudantes desenvolveram projetos em três escolas da região: desde um jogo de tabuleiro sobre a cadeia carbônica até a criação de uma tabela periódica em QR Code, passando pela revitalização de um laboratório.

Aluna da quinta fase, Caroline Baldessar integrou a equipe que revitalizou o laboratório de química da escola José do Patrocínio, localizada em Siderópolis. Caroline e seus companheiros de curso realizaram aulas práticas com os alunos do terceiro ano do Ensino Médio, abordando temas como chuva ácida e tratamento de água, fazendo com que os estudantes refletissem sobre a aplicação da química em elementos do cotidiano.

Além disso, Caroline ajudou a desenvolver um jogo de tabuleiro sobre cadeias carbônicas. O jogo contava com uma roleta giratória e possuía cinco modalidades, com 20 perguntas para cada, em que cada resposta certa dos alunos resultaria em uma casa andada no tabuleiro. “Eu nunca havia dado aula, então foi uma experiência muito gratificante. Os alunos prestavam sempre muita atenção, dava para perceber que eles realmente queriam aprender sobre o assunto”, afirma a estudante.

Já Ingrid Avila e Patrícia Cachoeira, também alunas da quinta fase, desenvolveram uma tabela interativa em QR Code, um código bidimensional que pode ser facilmente escaneado com a câmera de um celular. O projeto feito em conjunto com mais seis colegas de licenciatura consistia em um código para cada elemento da Tabela Periódica que, ao ser lido através de um aplicativo, mostra todas as características e curiosidades daquele elemento químico.

O projeto foi utilizado com os alunos do primeiro ano do técnico em Química do Câmpus Criciúma e, segundo as acadêmicas, rendeu ótimas experiências. “Foi ótimo. No curso você muitas vezes estuda, estuda e estuda, e o Pibid acaba te dando uma prévia de como é dar aula. Uma experiência diferente da qual estávamos acostumadas”, afirma Patrícia.

Daiana Vargas, estudante da terceira fase, também participou do Pibid no segundo semestre do ano passado, ajudando a desenvolver uma série de atividades com os alunos do ensino médio da escola Salete Scotti dos Santos, em Içara. A produção de tinta orgânica, experimentos de cinética química, extração de pigmentos naturais e reciclagem de papel foram algumas das atividades trabalhadas pelos estudantes da escola de Içara. Na escola, a turma também implantou um laboratório de química, atendendo a uma necessidade da instituição.

O Pibid é um programa de Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) que busca contribuir com a valorização da formação de futuros professores para a educação básica, concedendo recursos financeiros para o desenvolvimento de bolsas e projetos, aproximando os alunos da licenciatura das escolas públicas. No Câmpus Criciúma, 24 estudantes participam das atividades. O programa foi iniciado no segundo semestre de 2018 e prossegue até o final deste ano.

“Os resultados têm sido muito positivos em termos de fortalecimento da Licenciatura em Química do Câmpus e para a qualificação da formação dos estudantes, que podem perceber como é complexo planejar uma atividade e atuar em uma escola, contribuindo para uma educação de qualidade e transformadora”, afirma Naiane Mariano, coordenadora do Pibid no Câmpus.

Estude no IFSC

Ficou interessado(a) em estudar no IFSC? Acesse nosso calendário e conheça o período de inscrições para cada tipo de curso. Se desejar, deixe o seu e-mail no nosso Cadastro de Interesse que enviaremos uma mensagem quando estivermos com processo seletivo aberto.

ENSINO