Pular para o conteúdo

Notícias

Projeto do Câmpus Gaspar e da Cáritas de Blumenau é contemplado com recursos da Cooperforte

ENSINO Data de Publicação: 12 fev 2020 12:59 Data de Atualização: 12 fev 2020 13:02
Projeto do Câmpus Gaspar e da Cáritas de Blumenau é contemplado com recursos da Cooperforte

O trabalho que vem sendo desenvolvido pelo Câmpus Gaspar em parceria com a Cáritas Diocesana de Blumenau com imigrantes haitianos no Vale do Itajaí será ampliado em 2020. As entidades tiveram um projeto contemplado em edital do Instituto da Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Funcionários das Instituições Públicas Federais (Cooperforte) e receberão R$ 100 mil para oferta de curso de qualificação profissional na área de costura industrial para mulheres haitianas.

O valor será investido para compra de equipamentos e materiais, contratação de professores e de assistente social. O curso terá 220 horas e aulas de costura industrial, língua portuguesa e cidadania. Serão disponibilizadas 60 vagas e as inscrições devem ser feitas na secretaria de Assistência Social de Gaspar e na secretaria de Desenvolvimento Social de Blumenau. “Nós temos observado o alto índice de mulheres haitianas desempregadas na região e a proposta é qualificá-las para trabalhar nos arranjos produtivos locais. A secretaria de Assistência Social de Gaspar e a secretaria de Desenvolvimento Social de Blumenau já estão mobilizadas para busca ativa de alunas e a proposta é que o curso inicie em abril. Para que o projeto fosse aprovado no edital nós recebemos a visita de representantes da Cooperforte que vieram acompanhar de perto o trabalho que vem sendo desenvolvido e sabemos que o fato de sermos vencedores do prêmio ODS SC 2019 na categoria instituição de ensino com o projeto “Acolhimento e inclusão social de refugiados e imigrantes” contribuiu para que fossemos escolhidos. A Cooperforte apoia projetos alinhados aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS)”, explica a diretora-geral do Câmpus Gaspar, Ana Paula Kuczmynda da Silveira.

Instituto Cooperforte

O Instituto Cooperforte foi criado em 2003 pela Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Funcionários das Instituições Públicas Federais (Cooperforte), com o intuito de institucionalizar e ampliar as ações de responsabilidade social que até então eram desenvolvidas na forma de voluntariado. Ele já impactou mais de 80 mil pessoas e inseriu no mercado de trabalho mais de 25 mil pessoas, entre jovens e pessoas com deficiência, por meio de ações inclusivas de cidadania e geração de trabalho e renda.

ENSINO