Pular para o conteúdo

Notícias

Tire suas dúvidas sobre o acionamento de fases da Política de Segurança Sanitária do IFSC

ENSINO Data de Publicação: 11 out 2021 17:23 Data de Atualização: 09 nov 2021 18:49

Desde o dia 05 de outubro, o Câmpus Gaspar acionou a fase 2 da Política de Segurança Sanitária do IFSC. Com isso, parte das atividades acadêmicas e administrativas voltam a ser realizadas de forma presencial. A direção-geral do Câmpus Gaspar disponibilizou um formulário para que a comunidade acadêmica enviasse suas perguntas sobre a PSS e a partir desse levantamento foi feito um FAQ para responder as perguntas. 

Confira abaixo e tira suas dúvidas sobre o acionamento de fase. 

1. Quando meu curso vai retornar às atividades presenciais?
O retorno às atividades presenciais já iniciou com as atividades de laboratório do curso técnico em Modelagem do Vestuário, do curso superior de Tecnologia em Design de Moda e do curso técnico integrado em Química, conforme cronograma de retorno informado aos estudantes pelas coordenações de curso, privilegiando sempre, primeiro, o retorno das atividades de estudantes formandos.
As aulas de laboratórios dos demais cursos (ou as aulas que dependem de laboratório para ocorrer) irão retornando aos poucos, durante as fases 2 e 3 da Política de Segurança Sanitária do IFSC (PSS). Sempre que esse retorno ocorrer, ele será comunicado aos estudantes pela coordenação de curso com pelo menos três semanas de antecedência.
Lembramos que acionamos em 05/10/2021 a Fase 2 e que as aulas teóricas apenas retornarão na Fase 4, para cujo acionamento ainda não temos previsão.

 2. É possível optar pelo não retorno às aulas presenciais?
No caso das atividades de laboratório essenciais à conclusão de curso, esse retorno é obrigatório, pois não é possível concluir o curso sem vivenciar essa experiência e construir as competências práticas necessárias ao exercício da profissão. Aos poucos, ao longo das diversas fases da PSS, todos nós retornaremos à presencialidade, já que nossos cursos técnicos e superiores são presenciais.
Assim, é importante que todos se programem para o retorno gradual à presencialidade. É importante observar e-mails e comunicações enviadas pelas coordenações de curso que irão comunicar o retorno das atividades com antecedência quando ele ocorrer.

3. É possível concluir o curso em formato remoto?
É possível que, em alguns cursos em que não há atividades obrigatórias de laboratório, as turmas formandas possam terminar o semestre (em março de 2022) de forma remota. Porém isso só ocorrerá quando não implicar prejuízo à formação do estudante. Para todos os estudantes não concluintes, independentemente do curso, o retorno presencial ocorrerá, se não ainda em 2021, certamente em 2022.

4. É possível pedir transferência de curso para outra instituição de ensino enquanto estivermos em atividades remotas?
Sim, se o primeiro semestre do curso já tiver sido concluído e se houver vagas e edital disponível da instituição para a qual o estudante deseja se transferir. Para tanto, observe sempre as instruções no site eletrônico da instituição para a qual você deseja se transferir.
 
5. Quando as aulas retornarão integralmente à presencialidade?
Na Fase 5, a qual será acionada quando autorizada pelo Consup a partir da superação da situação de emergência sanitária e/ou conclusão do Plano Nacional de Imunização. A previsão é que o Plano esteja integralmente cumprido apenas ao final de dezembro/2021.

6. Como obtenho informações sobre o retorno presencial?
As informações podem ser obtidas em nossas mídias sociais no Facebook, Instagram, site do Câmpus e página do IFSC dedicada às informações sobre o COVID. Ainda, é possível entrar em contato conosco por todos os canais disponíveis no link Fale Conosco
Por fim, em setembro, realizamos reuniões com estudantes de todos os cursos do Câmpus para explicar detalhadamente o retorno. Essas reuniões foram divulgadas pelas coordenações de curso e por nossas mídias sociais. Caso você não tenha participado, solicite à coordenação do curso o link para o vídeo da reunião. Nesse vídeo você encontrará todas as informações detalhadas.
Não se esqueça de manter seus contatos atualizados no Sigaa. Todos os nossos comunicados são enviados pelo e-mail cadastrado no Sigaa e em nossas mídias sociais.

7. É possível que as aulas tenham seu horário alterado no retorno?
Salvo exceções pontuais e provisórias, relacionadas às características de retorno de cada curso e à organização das aulas presenciais nesse processo, o retorno ocorrerá no horário convencional de aulas para cada turno.

8. O retorno será facultativo quando ocorrido na integralidade?
Os estudantes que optarem por não retornar à presencialidade nas atividades que forem retomadas de forma presencial de forma gradual e sempre comunicadas com antecedência de três semanas, poderão realizar o trancamento do curso ou da unidade curricular, no caso de cursos técnicos subsequentes, superiores ou de pós-graduação, aguardando que se sintam confortáveis para o retorno.
A análise das atividades que retornarão presencialmente levará sempre em conta a necessidade desse retorno para a construção do perfil do egresso, as demandas dos estudantes e das próprias unidades curriculares.
É importante lembrar, todavia, que nossos cursos técnicos, superiores e de pós-graduação são presenciais.
É importante também manter-se em diálogo com a coordenação de curso e com a coordenação pedagógica em caso de dúvida.

8. Quando ocorrerá o retorno do curso de Especialização em Pesquisa e Prática Pedagógica?
É possível que alguns professores combinem com a turma a realização eventual de atividades presenciais ainda em 2021. Nesse caso, a conversa será entre professor e turma. 

9. Pessoas com comorbidades podem acessar o câmpus quando estiverem com o ciclo vacinal completo?
Sim, isso é possível. Consideramos como ciclo vacinal completo: 1a. dose + 2a. dose + 28 dias.

10. Como será o retorno das atividades presenciais?
Ocorrerá de forma gradual, com divisão de turmas e escalonamento de horários e de forma híbrida. Para informações sobre isso, acompanhe sempre as orientações da coordenação de curso que explicará como as turmas serão divididas e informará os horários.

11. Para realizar atividades presenciais no câmpus, o que devo fazer?
    1. Se forem aulas presenciais, você deve seguir as orientações da coordenação de curso quanto à data de retorno, horários, dias da semana e laboratório em que a atividade irá ocorrer;
    2. Se for estagiário, siga as orientações do seu supervisor de estágio;
    3. Se bolsista de pesquisa ou extensão ou estudante realizando TCC ou PI, siga as instruções do coordenador do projeto ou de seu orientador ou sua orientadora. Atividades desse tipo só poderão ocorrer com a presença do servidor que orienta o projeto/pesquisa;
    4. Se você é estudante que precisa utilizar um computador do câmpus para realizar Atividades Não Presenciais (ANP), você só poderá acessar o câmpus nos dias e horários reservados. Para reservar, você deve solicitar aqui. As orientações para reserva estão disponíveis neste link.
Todos precisam obedecer aos protocolos de biossegurança. Para isso, leia a cartilha de orientação aos estudantes e faça a Capacitação para estudantes sobre a Política de Segurança Sanitária do IFSC para a COVID-19.
Para iniciar suas atividades no câmpus você deve preencher, imprimir e assinar um dos Termos disponíveis no Apêndice A e B do Plano de ação do câmpus. Se você é:
    •  Se você for menor de idade, seus responsáveis precisam preencher e assinar o termo de ciência e responsabilidade.
    • Estudante de curso técnico subsequente, de graduação ou de pós-graduação devem preencher e assinar o termo de ciência e responsabilidade

Ao preencher o termo você afirma que fez a capacitação para estudantes sobre a Política de Segurança Sanitária do IFSC para a Covid-19 e conhece os protocolos de biossegurança. Portanto, programe-se para fazê-la antes do retorno.
 
Entregue o termo impresso e assinado ao profissional que estiver responsável pela primeira atividade que você realizará no câmpus - professor (a) no caso de aula, supervisor(a) de estágio, orientador(a) de PI ou TCC, monitor de laboratório de informática, ou coordenador de projeto de Pesquisa ou Extensão.

ENSINO CÂMPUS GASPAR

Nó: liferay-ce-prod01

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Leia Mais.