Pular para o conteúdo

Notícias

Reitor viaja a Portugal e Espanha em busca de mais oportunidades para comunidade acadêmica

INSTITUCIONAL Data de Publicação: 22 jan 2022 07:59 Data de Atualização: 22 jan 2022 08:48

O reitor Maurício Gariba Júnior está desde o início da semana em agendas em Portugal e Espanha em busca de novas parcerias e acordos com diversas instituições. Renovação com aquelas das quais o IFSC já é parceiro também é pauta da viagem.  Gariba ressalta que o objetivo é consolidar as parcerias já vigentes, bem como abrir novas perspectivas para os estudantes e pesquisadores do IFSC.

Gariba iniciou as visitas pelo Instituto Politécnico de Setúbal, segunda-feira (17), para conhecer a ação do laboratório Luban. Com essa instituição portuguesa já existe uma tratativa com o Câmpus Gaspar para o curso de Processos Gerenciais no sentido de Dupla Titulação, além da possibilidade do Propicie.

A agenda no Instituto Politécnico de Beja contemplou o lançamento do Laboratório de Inovação em Desenvolvimento Regional e Empreendedorismo (Lidere) e  visou o fortalecimento da parceria e das outras ações desenvolvidas, como a mobilidade presencial e virtual, e da Dupla Titulação em Gestão do Agronegócio e Ciência da Computação com o Câmpus Lages; e em Engenharia de Alimentos com o Câmpus Urupema. “Muito interessante nessa visita o interesse do Instituto Politécnico em uma proposta de Dupla Titulação, que envolva a Escola Superior Agrária, através dos cursos de Enologia, Engenharia Alimentar ou mesmo cursos na área de Ambiente”, conta o reitor.

No Instituto Politécnico de Bragança, Gariba tratou do acordo de Dupla Titulação do curso de Enologia, do Câmpus Urupema. Tanto no Instituto de Bragança quanto no IP de Setúbal e de Porto, o reitor trabalha ainda a possibilidade de isentar duas ou três vagas dos encargos financeiros para alunos do IFSC a cada ano, para os casos de Dupla Titulação.

Com Instituto Superior de Engenharia do Porto, a visita objetivou dar seguimento ao programa de Dupla Titulação do curso de Engenharia Elétrica do Câmpus Florianópolis e do curso de mestrado em Engenharia Eletrotécnica. “Visitamos dois centros de inovação e pesquisa, voltados para Sistemas de energia e de Robótica. Foi muito positivo esse encontro, no sentido de estreitamento de relações”, relata Maurício.

O reitor chama atenção para o fato de, em todas as instituições, ter recebido inúmeros elogios à formação dos alunos e aos pesquisadores do IFSC. “Eles têm como referência no Brasil o Instituto Federal de Santa Catarina. Isso mostra que estamos no caminho certo e que nós precisamos ampliar a questão da internacionalização do IFSC, e que temos condições de estabelecer parcerias não só com instituições europeias, mas também da América Latina”, destaca ele. Maurício ressalta ainda o fato desta mobilidade internacional acrescentar para o índice de permanência e êxito dos alunos.

Na terça-feira (25), o reitor cumpre agenda na Universidade Nacional de Educação à Distância (Madri) para assinatura de cooperação internacional. Segundo o reitor, essa instituição tem a expertise de Ead.

Gariba afirma que essas portas que se abrem são importantes para os nossos cursos. “E no retorno, vamos atuar no sentido de ampliar essas tratativas de internacionalização, incrementando também o número e variedade de nossos cursos nesse processo”, finaliza o reitor. 

INSTITUCIONAL

Nó: liferay-ce-prod02

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Leia Mais.