Pular para o conteúdo

Notícias

Cultivo e manejo de horta doméstica aproxima a comunidade do Câmpus SLO do IFSC

EXTENSÃO Data de Publicação: 23 fev 2022 19:08 Data de Atualização: 25 fev 2022 16:18

A participação da comunidade, por meio da extensão, é um pilar fundamental para uma instituição de ensino pública e gratuita. E o Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) é referência quando se fala, tanto em extensão, quanto em ensino e pesquisa. Uma dessas ações que aproxima as pessoas da Instituição foi realizada no Câmpus São Lourenço do Oeste (SLO) em parceria com o Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) do município. Estudante, professor e comunidade estiveram engajados na implementação de uma horta doméstica, como parte de um projeto integrador ainda no mês de novembro de 2021. 

O projeto foi conduzido pelo estudante do curso técnico em Agronegócio, Leo Araújo Lopes e orientado pelo professor Leandro Cruz. A produção e o cultivo da horta promoveram a troca de informações saudáveis, novos conhecimentos, além de auxiliar na reabilitação de pessoas em vulnerabilidade social. A produção de hortaliças e plantas medicinais nos canteiros do CRAS proporcionou práticas de manejo popular, além do cultivo dos vegetais de forma simplificada e orgânica.

“O processo de implantação de uma horta caseira possibilita troca de conhecimento e atividades para manter o bem-estar e a autoestima do público-alvo da proposta”. Ao compartilhar dessa afirmação, o estudante Leo destaca que a proposta de seu projeto integrador surgiu diante das consequências psicológicas causadas nas pessoas durante a pandemia da Covid-19. “Além disso, a produção pôde ser aproveitada pelas pessoas integrantes do projeto e pelo próprio CRAS, promovendo uma alimentação mais saudável e com custo reduzido”, enfatiza Leo. 

Conforme a coordenadora do CRAS, Viviane do Nascimento Erbes da Maia, o projeto foi idealizado ainda no final do ano de 2020, após uma parceira com o IFSC no “Projeto de plantas medicinais”, quando a unidade recebeu do IFSC mais de 210 mudas de plantas, que foram plantadas e também entregues aos usuários.

“Hoje é gratificante ver e colher os frutos desta ação. Ainda temos muitos objetivos, como a  ampliação do espaço no qual usuários, desde as crianças até os idosos, possam desenvolver e aprender a cuidar, plantar e cultivar seus próprios produtos, bem como trabalhar a convivência familiar, comunitária e potencializar os sentimentos de pertencimento”, afirma a coordenadora.

 

EXTENSÃO CÂMPUS SÃO LOURENÇO DO OESTE

Nó: liferay-ce-prod03

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Leia Mais.