Aprendizados na pandemia: entenda a relação de disciplinas do Ensino Médio com o atual momento

BLOG DO IFSC Data de Publicação: 22 jul 2020 15:26 Data de Atualização: 22 jul 2020 15:38

Quem foi que nunca se perguntou: “Pra que serve isso que estou aprendendo?” 
Ou então já falou: “Não sei pra que aprender isso se eu nunca vou usar”.

Pois é. Quem nunca, não é mesmo? Mas hoje estamos aqui justamente para mostrar que muitos assuntos que você aprendeu no Ensino Médio tem muito a ver com o que estamos vivendo neste momento. 

Convidamos alguns professores de cursos técnicos integrados ao Ensino Médio do IFSC para explicar essa relação. Neste post, você vai entender a utilidade de disciplinas como História, Sociologia, Língua Estrangeira, Matemática, Biologia e Química.  Vem com a gente!

Matemática: Entendendo a curva da doença

Você decorou uma função exponencial achando que só serviria para passar no vestibular, fazer o Enem ou usar num curso de graduação da área de Ciências Exatas? Pois quem aprendeu esse conteúdo direitinho agora consegue entender melhor o que é a famosa curva do coronavírus que todos falam que precisamos achatar.

A professora de matemática do Câmpus Gaspar, Vanessa Oechsler, nos explicou de que forma a curva é calculada e ajudou a analisar os gráficos que estão circulando por aí. 

-> Ouça também o episódio “Como a Matemática ajuda a explicar a pandemia” do podcast do IFSC Ciência para seus ouvidos

-> Assista à live do IFSC sobre “O que os números revelam sobre a pandemia no Brasil?” em que a professora Vanessa também mostra a aplicação da matemática nesse contexto

Língua Estrangeira: Hablas español?

Durante este tempo de distanciamento social, você já parou pra pensar em como é importante aprender um língua estrangeira? E não estamos falando apenas para saber mais um idioma e poder se comunicar bem naquela viagem que você já sonha em fazer pós-pandemia, não…

O professor de Espanhol do Câmpus Jaraguá do Sul-Centro, Selomar Borges, destaca como o aprendizado de uma língua estrangeira pode abrir, de fato, os nossos horizontes:

Química: Qual a química por trás da pandemia?

Podemos concordar que é bem mais fácil aprender quando entendemos a aplicação da teoria, não? E você já parou pra pensar quais os processos químicos por trás da lavagem eficiente das mãos? Qualquer sabão serve? Álcool em gel funciona por quê? 

Em um episódio do nosso podcast Ciência para seus ouvidos conversamos com os professores da área de processos químicos do Câmpus Lages, Marco Aurélio Woehl e Paulo Henrique Calixto, justamente para ter essas respostas.

-> Ouça o episódio Explicando a pandemia - Química

Sociologia: Nada é tão simples quanto parece

Cheias de debates e reflexões, as aulas de Sociologia são aqueles momentos de papo-cabeça. Tem quem adore e tem quem ache uma viagem rsrs….

Mas a professora de Sociologia do Câmpus Jaraguá do Sul-Centro, Mariana Guerino, usou um dos assuntos abordados na disciplina - modos de produção - para mostrar a importância dessa matéria e desse conteúdo, veja no vídeo.

Biologia: Ensinamentos da Biologia para enfrentar a pandemia

Se tem uma disciplina em que é muito fácil ver uma super utilidade no atual momento é a Biologia. A professora do Câmpus Jaraguá do Sul-Centro, Luciana Pinheiro, destacou em forma de texto alguns conceitos simples que são ensinados na escola e que fazem a diferença entre manter-se saudável ou tornar-se um colonizador do Sars-CoV-2, o vírus causador da Covid-19:

- Teoria da biogênese (Pasteur, 1861): toda vida surge de outra pré-existente. Microrganismos (como vírus, bactérias, protistas, fungos), assim como qualquer outro ser vivo, não podem surgir espontaneamente; eles se desenvolvem a partir de outro e em condições adequadas para sua multiplicação.

- Higiene, esterilização e assepsia: se os microrganismos se reproduzem sob certas condições, então os patogênicos (causadores de doenças) podem ser controlados com simples técnicas adversas a essas condições, prevenindo contaminações. A esterilização, a antissepsia e a assepsia são técnicas para destruir, inibir ou evitar microrganismos, respectivamente. No caso da Covid-19, medidas sanitárias simples, como a higiene pessoal básica (lavar as mãos corretamente com água e sabão) e o uso de álcool 70% (aplicando-o também em superfícies) ajudam a destruir o vírus e, consequentemente, impedir sua multiplicação. A famosa frase “lavar as mãos salva vidas”, que comumente lemos nos hospitais, é nossa grande herança deixada por Semmelweis, já em 1847. Ademais, o uso de máscaras, o distanciamento e o isolamento social impedem ou minimizam que os vírus se espalhem de uma pessoa para outra. 

- Microscopia (Robert Hook, 1665; Van Leeuwenhoek, 1673): Mesmo que você seja um entusiasta do ceticismo, estilo São Tomé, que precisa ver para crer, saiba que o microscópio é um instrumento importante para dar visibilidade a quem não é visto. A natureza tem milhões de espécies de seres microscópicos (os chamados microrganismos), tão pequenos que não são vistos por nenhum olho “criado” pela natureza. Precisamos, portanto, de poderosas lentes de aumento para detectar sua forma. Ou seja, é claro que você não consegue enxergar um vírus, ou trilhões dele numa superfície contaminada, e para tal, precisaria de um microscópio eletrônico; isso, no entanto, não o torna inexistente.

- Teoria microbiana da doença (Pasteur, Koch e Ehrlich, ca. 1870): a constatação de que os microrganismos são a causa de inúmeras doenças revolucionou a medicina. Tal reconhecimento levou a práticas médicas e sociais que reduziram significativamente a morbidade e a mortalidade. Em 1990, a Organização Mundial da Saúde indicava que 80% das internações hospitalares no Brasil eram em decorrência de doenças transmitidas pela água. Hoje os números são melhores, graças ao esgotamento sanitário, mas ainda não são uma realidade para a maior parte das cidades. Boas condições sanitárias, igualdade social e acesso à informação são mecanismos importantes para redução das doenças causadas por microrganismos e para a promoção da saúde. Mas atenção: somente 10% das espécies de microrganismos conhecidos são causadoras de doenças. A maioria delas é importante ou indispensável à vida. A simbiose é um processo natural, recorrente e essencial nos seres vivos; então é importante avaliar caso a caso. Por exemplo, o uso indiscriminado de antibióticos, além de perder a eficácia, traz prejuízos ao organismo, pois destrói espécies de bactérias não patogênicas que nos mantém saudáveis. 

-> Leia o post aqui do blog chamado “Vírus, bactérias, fungos, protozoários: qual a diferença entre os micro-organismos?” em que mostramos também a importância das aulas de biologia

História: Estamos vivendo um momento histórico

A gente estuda o Império Romano, a descoberta do Brasil e a Guerra Fria nos livros de História. O que fazemos todos os dias é o que forma a nossa história. Mas você já parou para pensar como o que estamos vivendo - uma pandemia de coronavírus - será um capítulo da História que constará nos livros, assim como a gripe espanhola e a peste bubônica?

-> Ouça o episódio “Pandemias na história: consequências e transformações” do podcast do IFSC Ciência para seus ouvidos

A professora de História do Câmpus Jaraguá do Sul-Centro, Isabel Hentz, explica a importância da disciplina:

Você deve ter visto nos noticiários um recente movimento de derrubadas de monumentos e estátuas pelo mundo. Nesta foto do jornal El País, temos a estátua de Cristóvão Colombo que foi derrubada em frente ao Capitólio estadual de Saint Paul em Minnesota nos Estados Unidos.

A professora Isabel comentou sobre o aprendizado que podemos tirar desse momento:

O mundo passou pela peste negra em 1348 e pela gripe espanhola em 1918. Pandemias fazem parte da nossa história. Mas vai dizer: você imaginava viver uma pandemia? Temos a ideia de que estamos evoluindo e algumas coisas não podem acontecer novamente, mas a História está aí para mostrar que não é bem assim.

Aliás, o fato de enxergarmos que estamos vivendo um momento histórico mais em momentos de ruptura é outra reflexão importante para fazermos sobre a História:

Todo conhecimento tem sua utilidade

Este post foi praticamente uma aula multidisciplinar, não? Estamos até pensando em sugerir que os professores deem pontos para quem comprovar que leu o post até o final e assistiu a todos os vídeos que publicamos aqui na íntegra…Que tal? rsrs

Não abordamos todas as disciplinas que são dadas no Ensino Médio, mas já deu pra perceber que elas são, sim, úteis e que fazem parte do nosso dia a dia (mesmo que a gente às vezes não perceba imediatamente como), não é mesmo? Portanto, continue estudando (a distância neste momento #IFSCemCasa) e percebendo como a educação e a ciência são tão importantes para a nossa vida. Especialmente neste momento, que contamos muito com a ciência para encontrar uma vacina contra o coronavírus.

-> Leia o post do projeto IFSC Verifica que explica por que é tão demorado produzir uma nova vacina

Tem mais algum conteúdo que você não via utilidade e depois percebeu sua aplicação? Conte pra gente nos comentários deste post ou enviando e-mail para blog@ifsc.edu.br.

E se você gostou, compartilhe este post e ajude outras pessoas a aprenderem um pouco mais!
 
Assine o blog
 
Se você quiser receber nossos posts por e-mail sempre que publicarmos, deixe seu e-mail no nosso cadastro.
 
 
BLOG DO IFSC BLOG DO IFSC