Pular para o conteúdo

Notícias

Projeto de extensão lança podcast de arte e cultura na plataforma do IFSC

EXTENSÃO Data de Publicação: 09 jul 2020 14:54 Data de Atualização: 10 jul 2020 18:54

O projeto de extensão “(Des)controle remoto: literatura como sobre(vivência), indag(ação) e trans(formação) em tempos de isolamento social” agora é também podcast. O grupo de leitura, que promove discussões de forma on-line, transformou parte do conteúdo de suas reuniões em podcasts que ficarão disponibilizadas nas plataformas do IFSC como “Arte e cultura remota para seus ouvidos”. Neste primeiro episódio, o debate se dá em torno do conceito de liberdade e de como ele foi historicamente construído e um dos textos trabalhados pelo grupo foi "Liberdade" de Cecília Meireles.

O programa será postado quinzenalmente, às quintas-feiras, no site do IFSC e nas principais plataformas de pocast (Spotify, Google Podcasts, Apple Podcasts, Anchor, Breaker, Castbox, Overcast, Pocket Casts e RadioPublic).

 Entre as obras que serão trabalhadas nos próximos episódios estão o conto “O papel de parede amarelo” (1892) de Charlotte Gilman que aborda questões de gênero e de privação de liberdade e “Maria”, conto de Conceição Evaristo, que discute questões como racismo e violências de gênero e de classe. Em parceria com o projeto “Nas entrelinhas: literatura de autoria feminina no presídio feminino de Itajaí”, do Câmpus São José, teve ainda debate sobre o livro “Eu sou Malala”, escrito por Malala Yousafzai, em que a autora fala de sua luta pelo direito à educação. Os episódios são produzidos pela coordenadora do projeto Aline Guerios e pelo servidor Jeferson Vieira, coordenador de Produção Audiovisual do IFSC. 

Os podcasts são o resultado dos encontros virtuais que estão sendo realizados semanalmente às quintas-feiras, às 19h. As reuniões são abertas ao público e para participar basta acessar este link. Nesta quinta-feira (9), às 19h, a discussão será sobre contação de histórias e terá como convidados Ingo Vargas (professor da rede estadual de Santa Catarina e contador de histórias) e  Aline Cipriano (bibliotecária da unidade Marista Escola Social Lucia Mayvorne de Florianópolis). O próximo encontro será no dia 06 de agosto e será sobre arte e cultura hip hop no sul do Brasil.
 


Conheça o projeto de extensão

Quando o período de distanciamento social começou, a professora de Inglês do Câmpus Itajaí Aline Guerios teve a sensibilidade de perceber que era preciso ampliar as formas de diálogo com os alunos, servidores e com a comunidade externa e ela escolheu a literatura para propor isso. Ela reuniu uma série de projetos de extensão que envolvem arte e cultura de diferentes câmpus e que estavam parados, por conta da pandemia, para propor um grupo de literatura virtual. Foi assim que ela uniu os projetos “Nas entrelinhas: literatura de autoria feminina no presídio feminino de Itajaí”, coordenado pelo professor Leonardo da Silva (câmpus São José), o grupo de teatro Palcollet do câmpus Xanxerê, o Jornal literário do Câmpus Itajaí e o curso técnico concomitante em Teatro do Câmpus Joinville e submeteu ao edital de chamada emergencial de enfretamento ao Covid-19 o projeto “(Des)controle remoto: literatura como sobre(vivência), indag(ação) e trans(formação) em tempos de isolamento social”.  

Já foram realizados 10 encontros virtuais e a proposta é que as atividades sejam realizadas até o mês de dezembro. Os encontros têm sido realizados semanalmente, sempre às quintas-feiras às 19h, e em cada um são trabalhados temas que envolvem questões de gênero, desigualdade ou mesmo de isolamento social como o que estamos vivendo agora. 

Além de promover encontros literários que dialogam com diversas linguagens artísticas, o projeto tem aproximados estudantes do IFSC de diferentes regiões. “Na primeira atividade que realizamos foi muito bonito ver o encontro das estudantes de Xanxerê e de Itajaí que estavam ali se escutando pela primeira vez, estranhando os sotaques. Acredito que o projeto demonstra que esse diálogo é bastante construtivo para todos e por isso pretendemos continuar essa iniciativa após o término de isolamento social, promovendo encontros remotos, mas quem sabe um dia, presenciais”, explica a coordenadora do projeto.

A estudante do técnico integrado em Recursos Pesqueiros do Câmpus Itajaí Ketlin Pereira que é integrante do projeto Jornal Literário conta que participar dos encontros tem sido uma fuga em um momento em que precisamos ficar em casa. “Com a quarentena a gente se sente presa em casa e aí vem uma série de sentimentos como de depressão, ansiedade e de crises do pânico. Debater livros, séries e filmes tem feito com que eu distraia a cabeça. Dos encontros que eu participei um que mais me chamou a atenção foi quando discutimos o filme “ Sociedade literária e a torta de casca de batata” que retrata um momento muito parecido com o que vivemos agora quando o isolamento social era necessário por conta da guerra.”

 As estudantes do Câmpus Xanxerê Flávia Sachete, aluna do curso técnico integrado em Alimentos, e Bianca Magistralli, do técnico integrado em Informática, também têm participado dos encontros. Elas fazem parte do grupo de teatro Palcollet do Câmpus Xanxerê. “Tem sido muito importante compartilhar experiências neste período de isolamento. O grupo Palcollet estava parado e essa foi uma forma que nos encontramos de fazer com que ele esteja em atividade mesmo remotamente", explica Bianca.

Para mais informações sobre o projeto, envie e-mail para aline.guerios@ifsc.edu.br.

 

CÂMPUS ITAJAÍ CÂMPUS JOINVILLE CÂMPUS SÃO JOSÉ CÂMPUS XANXERÊ EXTENSÃO

Nó: liferay-ce-prod03