O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Notícia Aberta

Aplicações Aninhadas

Publicador de Conteúdos e Mídias

Servidores do IFSC recebem premiação por publicações de divulgação científica

INSTITUCIONAL Data de Publicação: 16 dez 2022 15:23 Data de Atualização: 16 dez 2022 15:33

Nesta quinta-feira (15), o IFSC recebeu dois prêmios relacionados à divulgação científica: a jornalista da Reitoria do IFSC, Carla Algeri, conquistou o 3º lugar do 2º Prêmio Fapesc de Jornalismo em CTI – Ciência, Tecnologia e Inovação. Já o professor de Física do Câmpus São José Marcelo Girardi Schappo foi premiado com a menção honrosa do Prêmio IMPA de Jornalismo 2022 (Instituto de Matemática Pura e Aplicada).

O prêmio da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc) tem abrangência estadual e é dividido em seis categorias: Texto, Foto, Vídeo, Áudio, Acadêmico e Institucional. Os materiais jornalísticos foram publicados por profissionais de Comunicação em veículos de imprensa e revistas/jornais/informativos institucionais sediados em Santa Catarina entre 29 de abril de 2021 e 27 de maio de 2022.

A matéria vencedora, na categoria Institucional, tem como título “Como está a sua saúde mental durante a pandemia?”. Na primeira edição do Prêmio, em 2021, o IFSC recebeu três prêmios: o post “É possível prevenir o coronavírus por meio da alimentação?”, produzido pela jornalista Ana Paula Lückman, conquistou o segundo lugar na etapa estadual e o primeiro na etapa regional da Grande Florianópolis, na categoria Internet. Já a publicação “Quem teve Covid-19 pode ficar com sequelas?”, de autoria da jornalista Carla Algeri, ganhou troféu de terceiro lugar na etapa regional da Grande Florianópolis, também na categoria Internet. Os três artigos foram publicados pelo projeto IFSC Verifica.

Já o professor Schappo recebeu menção honrosa do Prêmio IMPA de Jornalismo com o artigo “O Tempo está passando mais rápido?”, publicado na revista Questão de Ciência. O mesmo artigo foi tema do IFSC Verifica, produzido pela jornalista Giovana Perine.

Promovido pelo Instituto de Matemática Pura e Aplicada, o prêmio destaca matérias e reportagens que tratam de Matemática e de divulgação científica de forma relevante e original, tendo clareza, profundidade e qualidade. O artigo do professor do IFSC discute as curiosidades sobre as variações, dia após dia, na duração do dia solar e do dia sideral, e o motivo pelo qual eventualmente é necessário aplicar os chamados "segundos intercalares" sobre o horário de referência mundial.

Segundo Schappo, “o mais interessante sobre o Prêmio IMPA de Jornalismo é que ele destaca produtos de divulgação científica tanto geral como de matemática que não sejam elaborados apenas por jornalistas, o que foi o meu caso. Ganhei com um artigo sobre a velocidade de rotação da Terra publicado em uma revista especializada em divulgação científica. Dessa forma, o prêmio, que chega a pagar 10 mil reais ao primeiro lugar, se torna um ótimo incentivo para que mais cientistas e jornalistas se envolvam em matérias desse tipo”. Para ele, o IFSC conta com uma equipe capacitada de cientistas e jornalistas, que podem ajudar a instituição a contribuir para a popularização da ciência e para despertar o interesse dos jovens para seguirem carreiras científicas e tecnológicas.

A jornalista Carla Algeri destaca a produção jornalística do IFSC, em especial o IFSC Verifica, que surgiu durante a pandemia em 2020 e que continua realizando reportagens mais aprofundadas, unindo texto, imagens e vídeos, buscando novas linguagens para a popularização dos conceitos científicos.

INSTITUCIONAL NEWS

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Leia Mais.