Pular para o conteúdo

Notícias

Consup autoriza câmpus a discutirem acionamento da fase 2 da PSS

INSTITUCIONAL Data de Publicação: 19 jul 2021 16:37 Data de Atualização: 19 jul 2021 16:54

O Conselho Superior (Consup) do IFSC deliberou pela autorização aos colegiados dos câmpus para que discutam o acionamento da fase 2 da Política de Segurança Sanitária (PSS) a partir de 2 de agosto. Para que isso ocorra, será necessário que todas as condições de biossegurança previstas na PSS ao acionamento da fase 2 estejam cumpridas e que o colegiado do câmpus assim delibere.

A decisão foi tomada na reunião extraordinária do Consup realizada na tarde desta segunda-feira (19 de julho). A base para as discussões foi o relatório apresentado pelo Comitê Técnico-Científico (CTC), que recomendou a autorização levando-se em conta o cenário de redução da gravidade da pandemia em Santa Catarina (com oito regiões em risco potencial grave e outras oito, gravíssimo) e os impactos da suspensão das atividades presenciais sobre o desempenho institucional. Consulte a apresentação feita pelo CTC ao Consup.

O relatório, porém, indicou também que os câmpus precisam fazer adequações nas estratégias e medidas de proteção previstas na PSS. É a adequação a esses protocolos - e aos demais requisitos previstos na PSS - a condicionante para que os colegiados possam deliberar por acionar a fase 2 a partir de 2 de agosto.

Veja o detalhamento dos requisitos de acionamento e atividades que poderão ser liberadas na fase 2:

Fase 2 - Período de retorno parcial às atividades administrativas e acadêmicas - até 30% da comunidade acadêmica
Pré-requisitos para acionamento da Fase 2

- Verificação de Risco Potencial Grave por pelo menos 14 dias consecutivos na região de saúde em que se encontra o câmpus (com base no mapa de risco divulgado pelo Governo de Santa Catarina);
- Aprovação do Plano de Contingência Local (ou semelhante) pelo município em que o câmpus está situado, exceto se não exigida pelo comitê municipal;
- Disponibilidade de capacitação da comunidade acadêmica para cumprimento dos protocolos de biossegurança;
- Mapeamento de espaços a serem utilizados, de horários e fluxos de atividade para acionamento da Fase 2;
- Análise de relatório de acompanhamento de implantação da Fase 1 elaborado pelas Comissões Locais de Contingência, a partir de orientações do Comitê Técnico-Científico (CTC);
- Ateste da capacidade dos câmpus de cumprimento das boas práticas de biossegurança previstas na PSS/Planos de Contingência;
- Autorização do Consup para acionamento da Fase 2, a partir de relatório do Comitê Técnico-Científico.
- Estudantes e servidores que compõem grupo de risco só poderão acessar as estruturas físicas do IFSC nesta etapa tendo completado o ciclo vacinal para Covid. 

Atividades presenciais permitidas

- Prioridade de retorno: Estudantes formandos para aulas de laboratório e realização de experimentos para a conclusão de Projetos Integradores e TCC; aulas de laboratório com escalonamento de dias e horários para que se reduza o fluxo de circulação de pessoas nos câmpus e em cada laboratório em particular; estudantes de cursos EJA-EPT, conforme avaliação de sua pertinência e possibilidade pelo câmpus; estudantes em privação de liberdade que já completaram o ciclo vacinal, conforme avaliação de sua pertinência e possibilidade pelo câmpus;
- Disponibilização de laboratórios de informática a estudantes sem acesso às ANP;
Retorno de atividades de pesquisa que não possam permanecer paradas tendo em vista o cumprimento de prazos constantes em edital ou sob risco de prejuízo irreparável ao seu andamento;
- Retorno de servidores que não constituam grupo de risco e atuem em setores essenciais à realização das atividades acadêmicas.

A 40ª reunião extraordinária do Consup foi transmitida ao vivo pelo canal do IFSC no YouTube. Assista à gravação:

INSTITUCIONAL

Nó: liferay-ce-prod01

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Leia Mais.