10 coisas que você precisa saber do IFSC neste início do ano

BLOG DO IFSC Data de Publicação: 24 fev 2021 09:55 Data de Atualização: 24 fev 2021 14:07

Saudades do nosso blog? Nós também! 😊 E nada melhor do que organizar nosso começo de ano fazendo um planejamento. Depois que 2020 bagunçou todos os nossos planos, esperamos que, em 2021, possamos voltar a nos encontrar presencialmente. Já estamos trabalhando para isso, mas, enquanto ainda não temos uma data, antecipamos com nossos gestores algumas questões sobre o IFSC que sabemos que você está se perguntando.

Neste post, vamos comentar sobre os seguintes pontos:

-> Conselho Superior
-> Aulas presenciais
-> Processos seletivos
-> Calendário acadêmico
-> Assistência Estudantil
-> Intercâmbio
-> Gestão pro tempore
-> Orçamento
-> Obras
-> Prioridades para 2021

Vem com a gente saber o que esperar do IFSC neste ano!

1. Conselho Superior: quando serão retomadas as reuniões?

O Conselho Superior, mais conhecido como Consup, é nosso órgão deliberativo máximo. Já explicamos o papel do Consup aqui. Se você não está entendendo o porquê desta pergunta, sugerimos que leia o post que fizemos no final do ano passado: 

-> Entenda a situação do Conselho Superior do IFSC

Diante do impasse em torno da posse dos novos conselheiros, a última reunião do nosso Consup - realizada no dia 14 de dezembro - foi suspensa pelo reitor pro tempore até que a Justiça Federal se manifeste em definitivo, o que ainda não aconteceu. Assim que for publicada a decisão do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, a presidência solicitará que a secretaria convoque reunião para retomada dos trabalhos - se a decisão judicial assim permitir.

Portanto, ainda não há uma previsão de retomada das reuniões do Consup.

2. Aulas presenciais: quando retornam?

Qualquer liberação de atividades presenciais depende de decisão do Consup que, no momento, está sem reuniões aguardando a decisão da justiça sobre sua composição (como explicamos acima). Por enquanto, seguimos com a deliberação tomada pelo colegiado na reunião de 16 de novembro de 2020,  que determina a suspensão das atividades presenciais até 30 de abril. Até lá, continuamos com atividades não presenciais.

-> Entenda melhor o que são as atividades não presenciais ou ANP

No ano passado, um grupo de trabalho formado por representantes do Colégio de Dirigentes do IFSC, o Codir, e pelo comitê técnico-científico - que conta com a participação de profissionais das áreas da saúde, serviço social, educação a distância, segurança do trabalho, geografia e análise de dados - elaborou a Política de Segurança Sanitária do IFSC para a Covid-19. Em 30 de novembro, essa Política foi aprovada parcialmente pelo Consup. Falta ainda a aprovação das fases 3, 4 e 5.

Ressaltamos que a aprovação do documento pelo Consup não significa o retorno das atividades e a liberação imediata de uma fase ou de outra - o colegiado está apenas aprovando o texto que prevê as normativas para o funcionamento de cada uma das fases. O acionamento de cada fase, que também é de responsabilidade do Consup, dependerá das condições sanitárias e do cumprimento das exigências da Política de Segurança Sanitária.

A proposta já foi avaliada e discutida pelos colegiados dos câmpus e agora aguarda aprovação pelo Conselho Superior do IFSC - que, como dissemos, está com as reuniões suspensas no momento. 

-> Leia aqui a minuta da Política de Segurança Sanitária do IFSC em avaliação pelo Conselho Superior

Em paralelo a isso, os colegiados dos câmpus estão elaborando seus planos de contingência locais, tendo como referência os regramentos aprovados na Política de Segurança Sanitária. Conforme os câmpus estão aprovando seus planos, os documentos estão sendo disponibilizados na página do IFSC que trata das nossas medidas em relação à Covid-19 (veja aqui).

Em que fase da Política de Segurança Sanitária do IFSC estamos?

No momento, estamos na fase 0. O acionamento das fases 1 e 2 da Política de Segurança Sanitária para a Covid-19, que liberam atividades presenciais de maneira pontual, como para aulas práticas e utilização de laboratórios para pesquisas, depende de deliberação do Consup. A expectativa da gestão pro tempore é que, com a retomada das reuniões do Consup, seja possível aprovar o retorno de algumas atividades presenciais em alguns câmpus.

Ainda que tenhamos esta indefinição de data, alguns pontos que estão na política já ajudam a compreender como teremos nosso retorno presencial, que ocorrerá de forma gradual. Na fase 0, que é a que estamos atualmente, trabalham presencialmente no IFSC somente os servidores que realizam atividades essenciais e que precisam ocorrer dessa forma. Na fase 1, retornarão apenas alunos que precisam dos laboratórios para finalização de TCCs e servidores necessários para viabilizar essa atividade e a organização do câmpus para acionamento da fase 2.

Na fase 2, retornarão somente as aulas práticas essenciais, laboratórios de informática necessários para que os estudantes sem acesso a equipamentos ou internet realizem suas atividades e servidores que não estejam em grupo de risco e necessitem desenvolver suas atividades presencialmente nessa fase, inclusive para dar suporte ao retorno parcial das aulas.

Nas demais fases, teremos um retorno gradual das turmas. Dependendo das características dos espaços em que serão realizadas aulas teóricas ou práticas, as turmas precisarão ser divididas, haverá escalonamento dos horários de entrada, intervalo e saída. Certamente, na maior parte dos câmpus, teremos um rodízio das turmas e estudantes para respeitar essas questões. A organização de cada câmpus para o retorno será apresentada no plano de ação do câmpus.

-> Veja aqui os planos já divulgados pelos câmpus

Todos os câmpus do IFSC voltarão ao mesmo tempo para as atividades presenciais?

Nenhum câmpus pode retornar sem autorização do Consup. Considerando que temos 22 câmpus e que cada município tem uma situação em relação à Covid-19, os câmpus podem retornar em momentos e de formas diferentes.

Pode ocorrer de um câmpus precisar retornar mais tardiamente, por exemplo, tendo em vista a situação de risco do município ou da microrregião. Inclusive, pode ainda ocorrer de um câmpus iniciar uma fase da política e, com o agravamento da situação sanitária na região, ser preciso retroceder a uma fase anterior. Além disso, pode haver diferenças dependendo do tamanho do câmpus, dimensionamento de sua estrutura física, tamanho das turmas e desenho da oferta. 

Haverá a opção para quem quiser permanecer com o ensino on-line até o final do ano?

Essa será uma avaliação que o IFSC fará conforme a pandemia se comporta e considerando a vacinação em Santa Catarina. Diante do quadro atual de vacinação e parecer do Conselho Nacional de Educação aprovado no final do ano passado, é possível que o ensino remoto seja mantido até o final do ano. No entanto, para algumas unidades curriculares há atividades práticas obrigatórias que não podem ser realizadas remotamente e precisarão acontecer quando for possível sua realização de forma presencial.

O IFSC já está se preparando para a volta presencial?

Sim, a manutenção e a ampliação da infraestrutura já começaram a ser feitas em 2020 e seguem sendo executadas, bem como a preparação dos ambientes considerando os protocolos de segurança, e a compra de materiais de higienização e proteção. 

Imagem de cartaz indicando a capacidade máxima da sala

3. Como ficam os processos seletivos do IFSC em 2021?

Quem quiser estudar no IFSC neste ano, pode conferir o calendário de ingresso do primeiro semestre aqui no nosso site. Por enquanto, os processos seletivos seguem sendo por sorteio e com matrículas on-line, exceto para os cursos de graduação que a seleção é feita pelo Sisu, que utiliza a nota do Enem. Todos os cursos presenciais estão com aulas remotas pelo menos até 30 de abril.

As datas de inscrições para cursos com início no segundo semestre deste ano ainda não foram definidas. O calendário de ingresso 2021.2 deve ser aprovado pelo Colégio de Dirigentes do IFSC até abril para então ser divulgado na página do Calendário de Inscrições. Sobre as formas de seleção, isso será discutido junto com o calendário de ingresso.

-> Cadastre seu e-mail para ser avisado(a) quando estivermos com vagas abertas 

4. Calendários Acadêmicos: quando voltarão a ser unificados?

No ano passado, em função da pandemia e das particularidades da situação de cada local, os câmpus deixaram de seguir o calendário acadêmico unificado do IFSC e passaram a ter um calendário próprio, diferente em cada câmpus (e, às vezes, com datas diferentes para cada curso do câmpus). Em estudo realizado pela Pró-reitoria de Ensino, a previsão é de que só voltaremos a ter um calendário unificado em 2024.

Portanto, para saber as datas de término e início de semestre, você deve acompanhar o calendário do seu câmpus, que pode ser conferido aqui. No calendário também estão disponíveis outras informações, como feriados municipais e períodos de férias.

5. Como está a situação da assistência estudantil aos estudantes?

O IFSC segue com seu Programa de Atendimento ao Estudante em Vulnerabilidade Social, o PAEVS, que disponibiliza auxílio financeiro para contribuir no atendimento às necessidades de estudante em vulnerabilidade social, e também com o Projeto Alunos Conectados para fornecimento de acesso à internet de dados móveis aos alunos da instituição com dificuldades de conexão. 

-> Saiba mais sobre a Assistência Estudantil do IFSC

Arte do projeto alunos conectados
 

6. Há previsão para retomada dos programas de intercâmbio do IFSC como Propicie e Dupla Titulação?

Em razão da pandemia do novo coronavírus, a Assessoria de Assuntos Estratégicos e Internacionais do IFSC suspendeu no ano passado os programas regulares de intercâmbio do IFSC. A abertura de novas vagas, tanto para o Programa de Cooperação Internacional para estudantes do IFSC (Propicie) quanto para o Programa de Dupla Titulação, só será analisada a partir do segundo semestre deste ano.

Enquanto isso, toda a Rede Federal está focada em ampliar e consolidar as ações de mobilidade virtual, em parceria com o Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, o Conif. O IFSC vem trabalhando para desenvolver parcerias e ações que propiciem a mobilidade virtual para nossa comunidade.

Há diversas oportunidades para os estudantes e servidores realizarem atividades com instituições parceiras ao redor de todo o mundo sem sair de casa. É possível sempre acompanhar nas páginas de oportunidades internacionais e de editais externos do nosso site.

7. Até quando teremos uma gestão pro tempore no IFSC?

Desde 4 de maio de 2020, o IFSC conta com um reitor pro tempore. Na época, o Ministério da Educação justificou a nomeação de um reitor pro tempore ao invés da nomeação do reitor eleito por existência de restrições, resguardadas por sigilo, durante a análise da conformidade documental do processo de consulta à comunidade. Quando completamos um mês nessa situação, fizemos um post aqui no blog explicando para a comunidade acadêmica o que estava acontecendo:

-> Um mês de gestão pro tempore: entenda a situação do IFSC

Até o momento, não tivemos alteração deste cenário já que não houve, neste período, novas notificações de trâmites e decisões relacionadas ao processo administrativo que envolve o reitor eleito do IFSC, Mauricio Gariba Júnior. 

8. Como ficou o orçamento do IFSC para 2021?

Tivemos uma redução de valor considerando o orçamento do IFSC de 2020 para 2021. O orçamento de custeio que contamos para 2021, de acordo com o MEC, é no montante de R$ 46 milhões. Desse valor, deveríamos receber 1/18 dele. No entanto, o que o IFSC recebeu, tanto em janeiro como em fevereiro, foi 40% dessa fração. Portanto, além de uma redução global e do tradicional repasse reduzido nos primeiros meses do ano, no cenário atual temos 60% do orçamento global contingenciado. 

-> Entenda neste post de onde vem o dinheiro do IFSC e como funciona nosso orçamento

9. Obras no IFSC: o que temos de previsão para 2021?

Se por um lado não temos alunos nos nossos câmpus, por outro, temos obras em andamento. O IFSC está aproveitando o período sem atividades presenciais para a realização de obras e reformas em boa parte dos câmpus e da Reitoria. 

Foto da construção da quadra do Câmpus Canoinhas

Entre as obras previstas para serem entregues neste ano, temos: a construção da Unidade Agrícola e da quadra poliesportiva coberta do Câmpus Canoinhas, a reforma do calçamento, muro e portões do Câmpus São José, a construção de quadra descoberta do Câmpus Palhoça Bilíngue, a reforma do pátio coberto da cantina do Câmpus Florianópolis-Continente e a construção de Galpão Agrícola do Câmpus São Miguel do Oeste.

-> Veja aqui outros investimentos e obras que estão sendo realizados

10. Prioridades do IFSC para 2021

 As prioridades do IFSC são definidas com base no Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI), um instrumento de planejamento e gestão que considera a identidade da instituição para o estabelecimento de objetivos, metas e estratégias para suas ações em um horizonte de cinco anos.

-> Entenda melhor o PDI do IFSC

Anualmente, o IFSC define seu plano de trabalho a partir do que está previsto no PDI. Para 2021, destacamos algumas ações que impactarão mais nossos alunos e comunidade em geral: 

- Transformação Digital: diante das necessidades trazidas pela pandemia, e alinhados  à política de digitalização de serviços do Governo Federal, o IFSC pretende simplificar os serviços prestados ao cidadão e ofertar informações por meio dos ambientes digitais.
- Avaliação e Acompanhamento do Planejamento Estratégico e Prestação de Contas: criação de estrutura para disponibilização de informação ao cidadão e comunidade, bem como criação de painel de indicadores para acompanhamento do Planejamento Estratégico Institucional.
- Fortalecimentos de editais internos de fomento à pesquisa, ampliação da participação em editais externos e estímulo a projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação (PD&I).
- Lançamento de três edições da revista de extensão Caminho Aberto.
- Fomentar propostas de atividades de extensão em cursos superiores curricularizados. - Valorizar, nos editais de extensão, propostas que colaborem para a concretização dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável.
- Colaborar, em conjunto com a Federação das Empresas Juniores de Santa Catarina (FEJESC) e a Brasil Júnior, no amadurecimento dos processos de criação e desenvolvimento de Empresas Juniores no IFSC.
- Ampliar a participação do IFSC junto ao Núcleo Extensionista Rondon da Udesc.
- Fomentar a realização do Extensão do Brasil - edital que promove a inserção de estudantes em comunidades diversas para a aplicação de propostas de intervenção.
- Apoiar grupos artísticos e culturais do IFSC por meio do Edital Didascálico.
- Programa de projetos permanentes de arte e cultura: mantendo as orquestras, corais e grupos teatrais em coparticipação dos câmpus.
- Aprovação de normativas de interesse institucional tais como: Código de Convivência Discente; Regulamento da Mobilidade Discente; e as diretrizes curriculares para cursos técnicos e FIC.
- Melhorar a eficiência e a transparência dos órgão colegiados com a figura do relator no Consup e as transmissões ao vivo do Colegiado de Ensino, Pesquisa e Extensão, o Cepe.

 

Ufa! 😅 Olha o tanto de assunto que tratamos só no primeiro post do ano? 😬

Se você é aluno(a) novo(a) por aqui, aproveitamos para dar outras dicas:

-> Acompanhe aqui as medidas do IFSC em relação à pandemia
-> Veja os contatos dos núcleos pedagógicos dos nossos câmpus
-> Conheça os serviços gratuitos que o IFSC te oferece e você nem sabia
-> Saiba quais são os principais canais do IFSC para você se manter informado(a)

Gostou deste post? Deixa um comentário ali embaixo.

Cadastre-se para receber nossos posts

Para receber uma mensagem sempre que um novo post do blog for publicado, cadastre-se aqui

 
 
BLOG DO IFSC BLOG DO IFSC