Missão Institucional IFSC-Portugal

BLOG DOS INTERCAMBISTAS Data de Publicação: 21 jan 2020 11:09 Data de Atualização: 21 jan 2020 11:45

 

Do dia 11 ao dia 22 de Janeiro, uma equipe do IFSC partiu para mais uma missão a fim de aprimorar os laços do nosso Instituto Federal com escolas de nível técnico e superior portuguesas. Maria Clara, nossa Reitora, Fernanda Emanuela, Assessora Internacional, Piara Cavalcanti, professor da Engenharia Elétrica do Campus Florianópolis e Thiago Meneghel, Diretor do Campus Lages realizaram uma série de visitas aos campi dos Institutos Politécnicos já parceiros do IFSC, com o intuito de celebrar a união entre nossas instituições e compareceram ao Instituto Politécnico de Coimbra e a Universidade de Évora, onde estabeleceram acordos de cooperação e parceria, possibilitando futuras possibilidades de intercêmbio entre Brasil e Portugal.

 

Nós, do pessoal do IFSC, em busca das melhores oportunidades para nossos alunos, comemoramos estas novas parcerias que poderão extender o alcance e a produção acadêmica de nossa instituição pelo mundo!

BLOG DOS INTERCAMBISTAS

Relato de Luiza Rehbein | PROPICIE 16

BLOG DOS INTERCAMBISTAS Data de Publicação: 06 dec 2019 08:36 Data de Atualização: 06 dec 2019 12:56

Boa tarde, envio meu relatório dos últimos 15 dias da experiência de intercâmbio no ISEP. Passei alguns dias afastada do projeto para conhecer algumas cidades da Europa, foram vivencias incríveis que ficarão marcadas para mim. Na última semana retornei aos trabalhos no TheRoute, onde foquei em terminar os dois artigos em que me comprometi, dos quais um já está em análise pelo meu professor orientador no Brasil. Além disso, estou finalizando os últimos detalhes da documentação do TheRoute para deixar para os próximos bolsistas do projeto.


Como são meus últimos dias em Porto, espero aproveitar tudo o que a cidade tem a oferecer, conhecendo as coisas que ainda não conheci, comer as comidas que ainda não experimentei para, assim, guardar cada pedacinho dessa experiência maravilhosa que esta sendo o intercâmbio do PROPICIE.


Apesar de ainda me restar um tempinho aqui, já consigo ver que esta foi uma das melhores coisas que já me aconteceu, só consigo sentir gratidão ao IFSC e ao IPP. Muito obrigada a todos os envolvidos, eu nunca vou esquecer essa oportunidade que me foi dada!

BLOG DOS INTERCAMBISTAS

Relato de Bruno Jalowski | PROPICIE 16

BLOG DOS INTERCAMBISTAS Data de Publicação: 19 nov 2019 13:43 Data de Atualização: 19 nov 2019 14:00


O meu projeto "Remoção de cafeína através da utilização de leitos flutuantes de Vetiveria zizanioides" já começou a apresentar resultados positivos. Já coletamos todas as amostras de entrada e saída de água necessárias para análise, com a coleta sendo feita semanalmente na terça, quarta e quinta. Além da análise espectrofotométrica e espectrométrica da água, que vão ser realizadas nas próximas semanas, também estão sendo feitas a extração da cafeína das folhas e a análise da clorofila delas.


Ao mesmo tempo que realizo a minha pesquisa, estou a ajudar outra bolsista em seu trabalho, que seria o projeto ao qual eu havia sido inicialmente direcionado, também orientado pela professora Maria Teresa, o GreenEcoRoxo. A auxilio em análises como determinação de boro e de nitritos, na troca de água e na limpeza das plantas da pesquisa. Além da ajuda em laboratório, no dia 15 de outubro, fui levado ao campo pela professora para a amostragem de água e sedimento da ribeira do Roxo, próxima a Beja.Penso em, nas próximas semanas, tentar executar o tratamento de alguns resíduos das análises do laboratório em que estou, mesmo que parcialmente. Isso se deve à escassez de protocolos de tratamento existente nesse laboratório.


Também gostaria de agradecer à professora Maria Teresa por te cedido a semana do dia 18 ao 22 para que eu conseguisse aproveitar melhor meu tempo na Europa com uma viagem maior. Eu e o Eduardo iremos juntos e passaremos pelas seguintes cidades:
    - Londres
    - Cracóvia
    - Bruxelas
    - Bruges
    - Paris
    
Atenciosamente,
Bruno J Jalowski.

BLOG DOS INTERCAMBISTAS

Relato do Eduardo Ilha | PROPICIE 16

BLOG DOS INTERCAMBISTAS Data de Publicação: 01 nov 2019 15:21 Data de Atualização: 01 nov 2019 15:27

Venho por meio deste, relatar os acontecimentos de minhas últimas três semanas de atividades relacionadas ao PROPICIE 16, perdão pelo atraso no envio do e-mail, porém tive alguns problemas pessoais e não pude envia-lo.

       Na terceira semana de outubro realizei as seguintes atividades:
         - Preparo das amostras para análise de sódio e potássio: preparamos amostras em triplicata de cada solo, adicionamos substâncias extrativas e então filtramos para fazer a análise da quantidade de sódio e potássio futuramente.
        - Leitura da biomassa seca dos ensaios de germinação: as amostras de vegetais que germinaram no ensaio de germinação foram secas na estufa e, então, pesadas para determinação da matéria seca.
        - Leitura da matéria orgânica dos ensaios de germinação: colocou-se na mufla as amostras de vegetais que germinaram no ensaio de germinação, estas foram queimadas, restando apenas a matéria inorgânica e, por meio de cálculos, determinou-se a matéria orgânica de cada amostra.  
        - Análise de atividade enzimática (ureases);
        -  Ensaio ecotoxicológico com Thamnos: semelhante com o que é feito com as algas, foi feito com um crustáceo, que foi submetido a um meio com amostra de águas dos solos lixiviados, analisando-se sua mortalidade ao viver no meio com diferentes concentrações do solo lixiviado.
        - Ensaio ecotoxicológico com Vibrios: assim como a alga e o Thamnos, realizou-se um teste ecotoxicológico com bactérias do gênero Vibrio, onde, por meio da emissão de luz realizada por elas, é possível medir sua concentração no meio, logo, é possível ver sua taxa de mortalidade em determinado tempo. 
        - Preparo do solo: o solo seco foi crivado para seu uso futuro em análises.
        - Análise do pH e condutividade da água: analisou-se os parâmetro pH e condutividade das águas coletados do projeto FitoFarmGest.

       Sobre o artigo, estou com certa dificuldade em encontrar algo sobre o qual possa escrever. Os dados de meu projeto pertencem ao doutorado de uma das bolsistas que trabalham comigo, chamada Clarisse, logo estou buscando por um tema relacionado ao projeto sobre o qual eu possa escrever sem fazer uso de dados. Encontrei uma proposta e já a encaminha para ambos os meus orientadores, estou no aguardo de respostas mais detalhadas, mas a princípio a Professora Patrícia Palma disse ser um bom tópico para trabalhar, estamos discutindo agora sobre qual revista submeter. Estou um pouco preocupado sobre ele, mas darei um jeito de encontrar algo interessante para escrever.

       Meu dia a dia em laboratório é algo curioso. Gosto muito das análises que realizo, principalmente as de atividade enzimática, e estar com as outras três bolsistas, Clarisse, Inês e Adriana, é muito prazeroso, porém me sinto muito ocioso na bolsa. Minha carga horária é de 8h por dia (40h semanais), porém estando em 4 pessoas no laboratório terminamos tudo muito rápido, logo acabo passando muito tempo sem ter o que fazer, as garotas sempre tentam arrumar algo em que eu possa ajudar (acho muito legal da parte delas), porém mesmo assim, parece que o tempo não acaba sendo muito bem aproveitado.
       Acredito que o que venho ganhando em Portugal em questão de técnicas não é tão diferente do que vi no Brasil, ganhei muito aprendendo os métodos de forma geral, principalmente os métodos de análises ecotoxicológicas, mas as rotinas continuam sendo muito parecidas. Em relação a ganhos culturais, já não posso dizer o mesmo, a cultura portuguesa é bem diferente da nossa.

       Tenho aproveitado meus fins de semana para conhecer lugares novos, realizei já uma viagem para Évora e duas viagens para Lisboa, onde pude conhecer vários cenários encantadores, conheci mais da cultura portuguesa e tive a chance de aproveitar a culinária e música da região. Beja também tem cenários lindos, mas acho a cidade um pouco calma demais, estava acostumado com Floripa, onde todo mundo está sempre correndo e com pressa, é legal trocar um pouco a perspectiva. 
       Meus últimos dias em Portugal têm sido um pouco complicados. Vários fatores acabaram me deixando meio para baixo. Eu fiquei um pouco desanimado por estar com poucas atividade aqui, também somou-se a preocupação com o artigo, com o qual ainda não sei muito como proceder. O fator saudade começou a pegar um pouco, sinto falta de minha família e amigos, também me sinto muito sozinho aqui, embora esteja na residência estudantil, não me sinto tão próximo a ninguém, então não tenho muito bem com quem contar. As meninas no laboratório têm colocado meu astral mais para cima, principalmente a Clarisse, graças a ela consigo relevar um pouco as dificuldades que tenho passado. 
       Bem, não vou me alongar muito mais. Embora agora eu esteja meio desanimado sigo aqui em meu dia a dia, espero que seja só uma situação passageira e que eu consiga aproveitar melhor o que o PROPICIE pode me proporcionar, mas a princípio ele não era muito bem o que eu esperava, mas é também uma experiência incrível por vários fatores.


Atenciosamente,
Eduardo.

BLOG DOS INTERCAMBISTAS

Relato do Wagner Junior | PROPICIE 16

BLOG DOS INTERCAMBISTAS Data de Publicação: 25 out 2019 11:00 Data de Atualização: 01 nov 2019 15:21

Saudações,

No âmbito do projeto, o previsto para semana era conseguir realizar a comunicação entre o server(python/flask) e o frontend(react) utilizando socket io, como se tratavam de tecnologias novas, levei algum tempo para realizar (além de aprender as novas tecnologias, tive que instalar outro sistema operacional e outros vários outros softwares para configurar o ambiente de desenvolvimento o que demandou bastante tempo), mas no domingo consegui finalizar o previsto(depois de muitos testes e pesquisas, decidi criar uma exemplo simples do zero de um servidor em python utilizando Flask, o que serviu como aprendizado para implementar no projeto), agora os próximos passos serão definidos na próxima reunião(provavelmente quarta-feira), mas vou adiantar algumas coisas no layout.


Meu psicológico está muito bem, sexta-feira foi organizado pelo meu Buddy um passeio de bicicleta ao redor do lado(percurso de 40 km), foi muito divertido e pude conhecer um pouco mais do local onde estou e novas pessoas. O curso gratuito de alemão ofertado pela Hoschule esta sendo muito produtivo mas o idioma é bem complexo, porém estou gostando bastante.

 

Atenciosamente,

BLOG DOS INTERCAMBISTAS

Relato da Amanda Dutra | PROPICIE 16

BLOG DOS INTERCAMBISTAS Data de Publicação: 16 out 2019 15:29 Data de Atualização: 16 out 2019 15:37
Relato da Amanda Dutra | PROPICIE 16

Sobre as atividades, envio o relato sobre o que venho desenvolvendo até o momento no projeto Sustentabilidade nos campus de instituições de ensino superior.


As principais que atividades envolveram:


- Estudo de artigos de universidades que utilizam a métrica UI GreenMetric como parâmetro para desenvolvimento sustentável das universidades e reconhecimento de suas ações;
- Estudo de artigos de universidades que utilizam o ranking STARS como parâmetro para desenvolvimento sustentável;  
- Estudo do guia/manual técnico de participação da métrica UI GreenMetric e da STARS, para saber com detalhes as categorias e sub-categorias adotadas para as pontuações e detalhes como: critério, metodologia, custos, etc.
- Desenvolvimento da parte escrita do artigo como um guia para universidades que desejam participar e saber das principais informações das métricas UI GreenMetric e STARS.


Com isso, tem-se o foco de que as universidades saibam do seu importante papel, pois funcionam como uma 'cidade' onde alunos, professores e funcionários passam grande parte do tempo e realizam diversas atividades que envolvem utilização de recursos do meio ambiente. Além disso, a sustentabilidade também deve ser foco na educação do primário ao centros universitários, pois grandes líderes e influenciadores surgem nesse meio e precisamos dar a devida atenção para cuidar do que a natureza nos proporciona.

BLOG DOS INTERCAMBISTAS

Programa de Bolsas Parciais na Europa

BLOG DOS INTERCAMBISTAS Data de Publicação: 13 ago 2019 15:34 Data de Atualização: 13 ago 2019 15:42

Informamos aos interessados que se encontram abertas as inscrições para o programa de bolsas parciais de estudos na Europa (Londres e Itália), ofertado pela Pearson College London e pela CUOA Business School .

O objetivo desses programas é oferecer a oportunidade ao aluno de aprofundar conhecimentos nas diversas áreas da Administração no período de férias, em conjunto com o desenvolvimento do idioma inglês e uma experiência internacional - objetivos relevantes para jovens profissionais de hoje.

Neste momento, são oferecidos os seguintes programas:

  • Contemporary Topics in Business Strategy* (Pearson College London)

  • International Management & Leadership** (CUOA Business School)

  • Business Strategy & Marketing Management** (CUOA Business School)

  • Operations, Logistics & Lean Management** (CUOA Business School)                     

  • Creativity, Innovation & Entrepreneurship** (CUOA Business School)

 

*Este programa oferece um módulo de inglês para negócios gratuitamente.

**Estes programas oferecem uma visita opcional à ONU e OMC, em Genebra – Suíça.

 

Os cursos têm as seguintes características:

- Duração: 3 semanas em janeiro ou julho com aulas e atividades em período integral.

- Idioma: integralmente em inglês, exigindo-se proficiência de nível a partir de intermediário na data da viagem para todos os programas.

- Requerimento para o processo seletivo: os candidatos devem enviar documentação para concorrer a bolsas parciais de estudos. Os alunos selecionados terão também acesso a preços especiais na hospedagem e um curso de inglês gratuito em Londres. As 45 primeiras solicitações aprovadas serão atendidas, sendo 15 para Londres e 30 para Itália, deixando as seguintes em lista de espera. Neste momento estamos acolhendo solicitações de bolsa para janeiro/julho de 2020 e janeiro de 2021.

Os interessados deverão solicitar mais informações sobre os cursos e critérios de concessão de bolsas por meio do endereço de e-mail ricardo.feausp@profbritto.com ou preencher as informações no seguinte link:

https://international.ibs-americas.com/universidades-brasil-europa-13082019a

O prazo se encerrará no dia 01 de setembro. Aos interessados serão enviados folders com o descritivo detalhado do programa e todas as informações cabíveis, além do formulário específico para solicitação de bolsa de estudos.

BLOG DOS INTERCAMBISTAS

Relato do Lucas Tinoco | PROPICIE 15

BLOG DOS INTERCAMBISTAS Data de Publicação: 05 jul 2019 11:55 Data de Atualização: 05 jul 2019 12:00
Relato do Lucas Tinoco | PROPICIE 15

E meu período aqui em Portugal vem cada vez mais se aproximando do fim. Já é “chover no molhado” dizer que está experiência tem sido sensacional pra minha formação profissional e cultural.

O dia a dia com pessoas de diferentes culturas e a convivência no ambiente de pesquisa são aspectos que vou levar para o resto da minha vida. Recebi na última semana a resposta positiva da comissão do SEPEI quanto a minha participação no seminário. Vejo o evento como uma excelente oportunidade de divulgar o que aprendo aqui e também de rever os meus amigos intercambistas, visto que também estarão em Chapecó Para que tudo corra bem no evento, já venho esboçando a minha apresentação oral.

Quanto ao final do projeto, pretendo nas duas próximas semanas desenvolver uma rota com o outro módulo e assim concluir uma proposta final de dispositivo de geração de rotas para o simulador de bicicleta elétrica.

Novamente agradeço ao IFSC, à ASSINT, meus orientadores, à minha família, meus amigos e a Deus! Sem vocês não estaria aqui!

BLOG DOS INTERCAMBISTAS

Relato da Isabele Dal Pont | PROPICIE 15

BLOG DOS INTERCAMBISTAS Data de Publicação: 07 jun 2019 12:11 Data de Atualização: 07 jun 2019 12:57

Muitas coisas aconteceram nos últimos 15 dias, a mais importante delas foi a participação no Portugal SmartCities, feira que ocorreu em Lisboa entre os dias 21 até 23/05, expondo o projeto de pesquisa que eu e o colega André fizemos parte durante os três meses de intercâmbio, foi uma experiência única, nunca imaginaria antes que teria um trabalho com meu nome em uma feira em Lisboa. Nessa feira também tivemos contato com muitas Startups aqui de Portugal, e aprendemos sobre novas tecnologias que estão sendo vendidas que contribuem com a preservação do meio ambiente, isso mostra a engenharia sendo aliada a preservação dos recursos naturais.

Também visitei um dos lugares mais incríveis de Portugal, que é a região do Algarve que fica no sul do País. Foi um passeio maravilhoso, onde tive a oportunidade de ver paisagens deslumbrantes feitas pela natureza, com um litoral de águas cristalinas.

Como essa é a minha última semana de projeto no IPS, estamos em processo de finalização do artigo e gerando conclusões finais sobre o projeto, também submetemos o artigo para uma apresentação oral no SEPEI, por ser um tema diferente e original, e que deve ser difundido aos estudantes no Brasil.

Na semana que vem embarco de volta para o Brasil, e sinto que esses meses de intercâmbio tiveram um grande significado na minha vida, me fizeram ser mais independente, pensar alto, acreditar que todos os sonhos podem ser realizados se você se esforçar para isso, hoje tenho muito mais segurança para conversação em Inglês devido ao convívio com pessoas de outros países, também aprendi muito com o orientador do projeto sobre o tema que estudamos durante o intercâmbio. Fiz amigos que vou levar para a vida toda comigo, que me ajudaram quando cheguei aqui ainda meio “perdida” com dicas muito úteis, foram vários choques de cultura que fizeram a gente aprender um com o outro.

Agradeço muito ao IFSC por essa oportunidade, pois voltarei para o Brasil com uma bagagem de conhecimento enorme.

BLOG DOS INTERCAMBISTAS

Relato da Larissa Rosa | PROPICIE 15

BLOG DOS INTERCAMBISTAS Data de Publicação: 29 mai 2019 13:56 Data de Atualização: 29 mai 2019 14:08

Foram três meses incríveis que passei aqui. Três meses cheios de aprendizado, amizade, decepções, vitórias e principalmente desafios. Meses que nunca irei esquecer. É claro que passei os últimos dias me despedindo dos amigos que fiz aqui (que embarcaram hoje para conhecer Berlim), dos lugares fantásticos que pude visitar (como o Rio Douro e sua linda Ribeira) e da instituição que me acolheu com tanto carinho.

Além desse clima de despedida e saudade também aproveitei o tempo que ainda me cabia em Porto para adiantar os últimos itens que precisam ser cumpridos no edital do PROPICIE. Nesse tempo, eu e o Elias definimos bem o escopo da pesquisa que vamos entregar, sendo que dividimos ela em duas partes, onde a primeira (uma pesquisa com caráter bibliográfico e comparativo) será submetida no SEPEI, o seminário do anual do próprio IFSC.

Pretendemos terminar a segunda parte, onde entregamos uma equação/algoritmo que resolva de vez o problema proposto pelo nosso coordenador do ISEP (avaliar a opinião do usuário sobre as rotas geradas e levar isso em consideração na hora de gerar novas rotas para usuários semelhantes ou iguais ao primeiro) nas próximas semanas.

O código que trabalhamos durante a primeira metade do período de intercâmbio está sendo entregue já está semana, pelo Elias, já que o responsável por dar Commit no sistema não estava no ISEP durante estes dias. O que não é problema pois fizemos todos os códigos juntos e possuímos tudo em ambos os ambientes de trabalho.

Hoje passei na Assessoria de relações internacionais do ISEP para dar entrada no processo de finalização do estágio, que me será enviado assim que o coordenador local (Carlos Ramos) enviar a avaliação final, de caráter qualitativo (ou caso não tenha: assinar a ausência dela). Peguei também um documento afirmando minha presença no ISEP/IPP durante o período indicado, para entregar no IFSC e na escola estadual que estudo o ensino médio regular.

Por fim, agradeço a tudo que o IFSC me proporcionou, principalmente a esta oportunidade. No próximo semestre me formo no ensino médio, e posso afirmar que ter vivenciado o que vivenciei será determinante para começar a próxima fase da minha vida. Me sinto muito mais preparada e, de certa forma, madura.

Agora é só entrar no avião.

BLOG DOS INTERCAMBISTAS

Assista ao Webinar sobre o PROPICIE 16!

BLOG DOS INTERCAMBISTAS Data de Publicação: 13 mai 2019 14:26 Data de Atualização: 14 mai 2019 13:11

Realizamos hoje, ao meio dia, um Webinar para falar mais sobre o edital do Propicie 16, programa de intercâmbio de pesquisa do IFSC, ressaltando alguns pontos importantes sobre as inscrições (documentação necessária para inscrição), da seleção, e de alguns requisitos que devem ser cumpridos pelos alunos, bem como o que o IFSC espera deles em contrapartida. Algumas dúvidas também foram esclarecidas e claro, o reforço de que a equipe da ASSINT, bem como a Comissão Gestora do Edital do Propicie 16 estão à disposição para outros questionamentos.

Dentro de nossas possibilidades, buscamos atender o máximo de alunos possível, apesar de saber que existem muitos além da quantidade que conseguimos auxiliar na realização de uma experiência tão rica, como é um intercâmbio. Esperamos que possamos fazer cada vez mais nesse trabalho de educar e capacitar nossos alunos, promovendo esse tipo de experiência internacional.

Nosso recado é: não desistam e se mantenham dedicados e atentos à todas as oportunidades!

BLOG DOS INTERCAMBISTAS

Visitas Internacionais | IPViseu e Universidade de Joanesburgo

BLOG DOS INTERCAMBISTAS Data de Publicação: 19 abr 2019 08:00 Data de Atualização: 10 mai 2019 10:30

Recebemos nos dias 3, e 4 de Abril o pró-presidente do Instituto Politécnico de Viseu, Paulo Costeira Silva, e o professor Samuel Oluwatobi Oluwafemi, da Universidade de Joanesburgo.

Ambos estiveram visitando o IFSC para formalizar uma intenção de parceria.

Em visita à Reitoria e ao Campus Florianópolis e Florianópolis-Continente, o Paulo pôde conhecer um pouco mais sobre o IFSC como instituição.

No caso do IPViseu, a intenção é firmar parcerias para a realização de projetos de pesquisa, programas de dupla titulação e intercâmbio de servidores. O IPV possui cursos que vão desde as Engenharias até Turismo, Marketing, etc. Possui também pontos em comum com o IFSC nas áreas de produção de vinhos e produção multimídia.

Já o professor Samuel, já estava há alguns dias participando de algumas atividades no Campus Florianópolis, juntamente com os alunos dos cursos de Química, Engenharia Elétrica, Radiologia, e do mestrado em Proteção Radiológica.

Em sua visita à reitoria entendemos um pouco sobre a sua área de interesse: a nanotecnologia aplicada a ciências biomédicas.

A intenção é de estabelecer parceria para futuras missões de envio de pesquisadores e de intercâmbios bilaterais para produções técnicas em conjunto.

Nossos agradecimentos aos dois ilustres visitantes, e o desejo de que possamos formalizar essas parcerias, para promover ainda mais a imagem do IFSC internacionalmente.

Continuamos em nossos esforços no processo de internacionalização do IFSC, para fortalecer essa cultura de troca, onde podemos mostrar o bom trabalho de nossos alunos e servidores lá fora, e também receber aqui no Brasil tantos outros alunos e servidores que estejam dispostos a contribuir com seus conhecimentos, buscando o crescimento e aprimoramento de todos.

BLOG DOS INTERCAMBISTAS

Relato da Thaís Kouketsu | PROPICIE 15

BLOG DOS INTERCAMBISTAS Data de Publicação: 03 mai 2019 16:18 Data de Atualização: 03 mai 2019 16:32

Relato da Thaís Kouketsu | PROPICIE 15

Falta apenas mais um mês para retornar ao Brasil e há bastante ainda a se fazer. Para reforçar, meu projeto é a elaboração de uma caixa para sensores. Foram feitos refinamentos na antiga versão da caixa para que realmente ficasse funcional e cumprisse com todas nossas expectativas como encaixe, dimensão, boa estética e assim por diante. O desenvolvimento 3D foi no Solid Works e a nova versão foi encaminhada para a Porto Design Factory que está colaborando com o Grupo de Investigação em Engenharia do Conhecimento e Apoio à Decisão (GECAD) imprimindo os protótipos.

Dia 24/04 fui até a PDF para buscar a caixa nova. Houve um problema com a impressão e foi preciso imprimir novamente o mesmo modelo. O material extrudado para encaixe interno da caixa tinha se desprendido da tampa. Mas, a aparência já melhorou bastante com os ajustes feitos e com o filamento diferente, desta vez de cor preta.

Em seguida, comecei os testes no modelo correto. Fiz furos para testar os sensores de movimento (se encaixava apenas com o furo, por exemplo) e também testei o furo para a entrada USB. Alguns imãs encaixam perfeitamente e é preciso rever como os ímãs interagem entre as caixas. Quanto aos encaixes internos, estes deram um pouco de trabalho para limar e foi preciso insistir nos testes até encaixar. Uma coisa que, infelizmente, não foi possível testar foi o esquema proposto de conexão entre uma caixa e outra feita na superfície da caixa (de cima e de baixo) por causa da impressora 3D. Porém, já fui até a PDF para me informar o que estaria influenciando esses resultados. É preciso entender como surgem esses problemas para solucioná-los.

Está tudo encaminhado e faltam poucas coisas para aperfeiçoar. Desde já tem sido uma experiência sem igual em que aprendo na prática. Quando testei a primeira versão poderia ser um pretexto para desanimar mas, não dura muito tempo ao passo que eu começo a desenvolver outra vez e a prova disso é que a nova versão já está pronta e logo vou poder trabalhar nela também.

Para concluir, quero agradecer mais uma vez ao IFSC pela oportunidade. Todo aprendizado veio como um presente para mim que vou guardar com muito carinho para minha vida. Tanto eu quanto meus amigos aqui estamos completamente realizados e não poderíamos estar mais satisfeitos com tudo que estamos vivenciando.

BLOG DOS INTERCAMBISTAS

Missões Internacionais do IFSC

BLOG DOS INTERCAMBISTAS Data de Publicação: 26 abr 2019 16:09 Data de Atualização: 26 abr 2019 16:34

Os professores Pierry Teza e Andressa Bregalda, do Câmpus Tubarão, vencedores do II Prêmio IFSC de Inovação, aproveitaram sua viagem internacional para conhecer algumas de nossas instituições parceiras e também conferir o trabalho de dois de nossos alunos que estão trabalhando em projetos de pesquisa pelo PROPICIE 15.

Os dois visitaram o Instituto Politécnico do Porto (IPP) e de Setúbal (IPS) e também a Universidade de Deusto, em Bilbao, na Espanha onde estão o Lucas Varela, aluno de Ciência da Computação do Câmpus Lages e Gustavo Kimura, aluno de Análise e Desenvolvimento de Sistemas do Câmpus Tubarão. Foi na Espanha que também encontraram nosso professor do Câmpus Lages, Vilson Heck Junior, que estava lá acompanhando o andamento do projeto do Lucas.

Além disso, estiveram em contato direto com as pessoas responsáveis por manter nossas parcerias ativas, como a presidente e o pŕo-presidente do IPP, Maria João Viamonte e Gustavo Ribeiro Alves. No IPS, o contato foi com a Susana Piçarra, pŕo-presidente de internacionalização. Na Espanha quem recebeu-os foi a Rebeca Cortázar Goicoechea, vice-reitora da Faculdade de Engenharia da Universidade de Deusto.

O contato pessoal entre pessoas é muito importante pra estreitar as relações internacionais do IFSC, não apenas sendo visitados, mas também visitando nossos parceiros. Por isso, queremos agradecer ao trabalho e esforço de cada um que nos ajuda diária e pessoalmente neste processo de internacionalização.

Fica aqui um trecho da mensagem que recebemos no retorno do professor Pierry:

"A recepção em cada local não poderia ter sido melhor, [...] foi excelente! Aproveitamos também para agradecer a condução, o empenho e a ajuda de vocês. Certamente o trabalho que vocês fazem contribui muito para o crescimento de nossos estudantes e servidores e o sucesso da instituição. Muito Obrigado! Atenciosamente, Pierry."

BLOG DOS INTERCAMBISTAS

Relato do Lucas Varela | PROPICIE 15

BLOG DOS INTERCAMBISTAS Data de Publicação: 05 abr 2019 11:52 Data de Atualização: 16 abr 2019 12:39

Este é um trecho do relatório quinzenal e algumas imagens que recebemos do aluno Lucas dos Anjos Varela, aluno do curso de Ciência da Computação do Campus Lages:

 

"A viagem de Florianópolis até Madrid levou 22 horas, porém haviam conexões entre os vôos, sendo a maior de São Paulo para Madrid, que levou 7 horas de espera, tempo mais do que suficiente para conhecer todo o aeroporto. Ao chegar em Bilbao no dia 9 de março, dia posterior ao primeiro vôo pego, foi entrado em contato com o dono do alojamento para saber qual seria o horário de minha chegada até a residência. Para chegar à residência decidiu-se pegar um táxi o qual levou-me ao alojamento, no qual o Sr. Imanol -o dono da residência-, estava esperando de prontidão.

O projeto apresentado e definido para a minha pessoa envolve mineração de dados, deve ser determinado e avaliado um conjunto de dados de um hospital mexicano chamado Medica Norte , o intuito é fazer a avaliação de variáveis em casos de problemas cardiovasculares para assim, determinar a variável de mais influência e importância para esta patologia.

O projeto, a princípio será desenvolvido apenas por mim, entretanto possui um pesquisador de Deusto, espanhol, que está trabalhando em outro banco muito semelhante, portanto ajuda-me em caso de dúvidas.

Para a realização do desenvolvimento do projeto uso o jupyter na distribuição Anaconda, pois é a forma mais fácil desempenhar atividades de data science e machine learning . Até o presente momento, foi desenvolvido análises básicas do banco, levantou estatísticas e demonstrou-se em gráficos as variáveis do conjunto.

As primeiras impressões, nessas primeiras semanas, em Bilbau estão sendo excelentes e com muitas novidades. Nunca havia viajado internacionalmente antes, mas estava muito animado e cheio de entusiasmo para conhecer outro país, por isso não houve dificuldade de adaptação, tão pouco reconsideração de voltar.

Posto isso, acredito que nada irá impossibilitar meu estudo e assimilação de novas aprendizagens. E mesmo na possibilidade de problemas, vou conseguir resolver, pois, tenho os melhores professores das duas instituições orientando-me.

Em suma, estar em outro país é uma experiência incrível, sempre há novidades a ver, novas pessoas a conhecer, maior aperfeiçoamento de outro idioma e, também, não esquecer a possibilidade de aprender com os melhores profissionais de pesquisa.

Nada disso seria possível sem o programa de intercâmbio e apoio financeiro do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC). Portanto, obrigado pela oportunidade de realizar este trabalho e que futuramente mais alunos possam aproveitar essa oportunidade."

BLOG DOS INTERCAMBISTAS

Relato da Camila Carvalho | PROPICIE 15

BLOG DOS INTERCAMBISTAS Data de Publicação: 29 mar 2019 12:00 Data de Atualização: 05 abr 2019 13:17

“Os primeiros quinze dias pareceram meses de tantas experiências vividas. A pressa do tempo aumenta, assim como a minha vontade de conhecer as vielas de Beja. A miscelânea de momentos vividos até o momento fazem-me livro em constante preenchimento. Risadas, sabores, novas pessoas, estudos. Outra perspectiva. O que mais tem chamado-me atenção é o intercâmbio cultural entre os jovens intercambistas do Instituto Politécnico de Beja. Dentro deste prisma, cabe-se destacar a empatia dos jovens brasileiros que aqui moram para ajudar o novo estudante a situar-se na moradia, escola, cidade e acostumar-se com a saudade, que, às vezes, aperta no peito dos estudantes que se acompanham na vida em um país longe de casa.

Com relação ao desenvolvimento do projeto, na primeira semana ocorreu o processo de adaptação ao ambiente, aos métodos e equipamentos utilizados. Já na segunda semana, passamos a ter a participação efetiva nas técnicas desenvolvidas no FitoFarmGest, desde o trabalho no laboratório até a viagem de campo à plantação de alho para analisar a biodiversidade de insetos na região do Alentejo.

A partir da minha área de estudo no Brasil, Química, a orientadora do projeto acabou por planejar um cronograma de atividades no viés químico do projeto. Por exemplo, como a determinação dos parâmetros físico-químicos, do azoto, bem como  potássio, fósforo e  dos metais presentes em amostras de solo da região. No dia de amanhã, passarei para o laboratório de granulometria de solos, a segunda tarefa do mês de março.

Desde o momento da minha chegada a Beja, passei a valorizar mais a cultura do meu país e defendê-la com toda força contida no gentílico pátrio que carrego. Principalmente, na tentativa de mostrar outras perspectivas das terras brasileiras para além dos estereótipos apresentados na televisão para os estrangeiros. Já dizia Chimamanda que estes podem ser verdadeiros, mas incompletos, fazendo com que uma história se torne a única história. Ademais, vale destacar a interseccionalidade dos estudos no Brasil, pelo menos no IFSC, ressignificando o conhecimento como uma teia, a qual liga o método, o pensamento crítico e a prática nas mais variadas áreas de estudo. Agradeço ao Instituto Federal pela formação de estudantes com a oportunidade de entrar em contato com a ciência a partir do protagonismo estudantil/jovem”.

BLOG DOS INTERCAMBISTAS

Retorno dos alunos da 1° turma da Dupla Titulação | Visita do IPP ao IFSC

BLOG DOS INTERCAMBISTAS Data de Publicação: 22 mar 2019 16:02 Data de Atualização: 22 mar 2019 16:10

Tivemos nessas últimas semanas várias atividades que nos fazem lembrar com muito carinho da nossa parceria com o IPP (Instituto Politécnico do Porto), que completa 10 anos em 2019. 

É com muito orgulho que recebemos no início deste mês, os alunos Allon Soares da Silva, Rodrigo Luiz Joench, Roger Rebelo Schemes e Samuel Sandmann Cembranel, da Engenharia Elétrica do Campus Florianópolis.

No dia 22 de Fevereiro, fizemos um jantar de comemoração com a presença da nossa Reitora, Maria Clara Kaschny Schneider, do coordenador do curso de Engenharia Elétrica, Edison Aranha, do antigo coordenador do curso e atual diretor do Pólo de Inovação, Rubipiara Cavalcante, e dos professores James Silveira e Murilo Scuzziato.

A Assessora Internacional, Raquel Matys Cardenuto, e os estagiários da ASSINT, Eduardo de Rê, Guilherme dos Santos David e Ricardo de Ávila Geisler, também estiveram presentes para parabenizar os alunos e ouvir alguns relatos sobre a experiência da viagem e do projeto.

No dia 27, no auditório do Campus Florianópolis, foi realizada uma palestra aos alunos da Engenharia Elétrica, para falar mais sobre o programa da Dupla Titulação, que está atualmente na sua 3° edição, com um total de 11 alunos contemplados até o momento. Os alunos da 1° turma também falaram sobre a experiência e seus trabalhos de conclusão do Mestrado em Sistemas de Energia pelo ISEP (Instituto Superior de Engenharia do Porto).

Já nos dias 14 e 15 deste mês recebemos a ilustre visita da Presidente e do Pró-Presidente do ISEP, Maria João Viamonte e Gustavo Ribeiro Alves. Em visita à Reitoria e aos campi Florianópolis, Florianópolis-Continente e São José, conheceram mais sobre nossa Instituição, além de fazer uma avaliação desses bons anos do nosso acordo de cooperação.

É assim que buscamos fortalecer e institucionalizar o processo de internacionalização do IFSC: humanizando este processo, fugindo de apenas formalidades e assinaturas de simples documentos. Acreditamos que é preciso o contato entre pessoas para o fortalecimento das relações entre instituições.

Aos alunos da Dupla Titulação, nosso desejo de muito sucesso em suas vidas, tanto pessoal quanto profissional e acadêmica;
E aos nossos queridos parceiros do IPP, nossos agradecimentos e esforços para manter e melhorar essa incrível relação de cooperação. =)

Um forte abraço da equipe da Assessoria de Assuntos Estratégicos e Internacionais/Núcleo de Línguas-IsF!

BLOG DOS INTERCAMBISTAS

IFSC Realiza Teste-Piloto da University of Cambridge

BLOG DOS INTERCAMBISTAS Data de Publicação: 01 mar 2019 12:33 Data de Atualização: 07 mar 2019 17:17

Foi realizado nesta semana, nos campi Chapecó, São Miguel do Oeste, Urupema e Xanxerê, a convite do CONIF (Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica), a aplicação de um teste-piloto de proficiência oral desenvolvido pela Universidade de Cambridge, que está desenvolvendo um teste próprio para avaliar a proficiência do inglês: o Linguaskill.

Um teste rápido, de duração média de 15 minutos, avaliou a proficiência oral de nossos alunos que em breve obterão um resultado de acordo com o CEFR (Quadro Europeu Comum de Referência para Línguas).

Nas fotos está uma das turmas de alunos do campus Xanxerê, e a professora Aline Miriane Guerios, responsável pela aplicação do teste no campus.

Agradecemos a todos pela iniciativa e esforço colocado na realização deste teste, dada a agenda apertada que tivemos para organizar o andamento dessa atividade.

Um forte abraço da equipe da ASSINT - Assessoria de Assuntos Estratégicos e Internacionais, e do Núcleo de Línguas IFSC do Idioma sem Fronteiras!

BLOG DOS INTERCAMBISTAS

Relato do Henrique Hilleshein | Intercambista do Propicie 14

BLOG DOS INTERCAMBISTAS Data de Publicação: 05 fev 2019 14:35 Data de Atualização: 05 fev 2019 14:42

Eu cheguei na Finlândia na metade de setembro e fui muito bem recebido por toda a equipe da HAMK Smart, a qual é a unidade de pesquisa da HAMK que trabalhei. Nos primeiros dias Kristiina e Joni foram muito atenciosos durante minha adaptação e acomodação, tornando bem tranquila a minha estadia desde o começo.

O projeto que trabalhei foi muito interessante, pois eu nunca havia trabalho com internet das coisas (tema do projeto). O projeto teve seus contra tempos, mas foi finalizado sem problemas com a coloboração da equipe e também com uma empresa que estava ligada ao projeto.

Enquanto eu trabalhava no projeto, também fui convidado a prover uma palestra sobre internet das coisas para alunos da HAMK. Essa experiência aumentou muito minha confiança com o inglês, pois fui capaz de palestrar normalmente e também de responder a dúvida dos alunos.

O intercâmbio foi uma ótima experiência, conheci pessoas de toda a europa e formei algumas amizades. Também fiz uma viagem para a Rússia, junto com um grupo de brasileiros da Paraíba que encontrei na Finlândia. Nós apanhamos juntos devido ao idioma, pois os russos em grande maioria não sabem falar inglês e nós muito menos russo, mas foi muito divertido. Após voltar para o Brasil, aproveitei para visitar alguns dos brasileiros, conhecendo assim um pouco do nordeste brasileiro.

O clima da Finlândia deixa um pouco a desejar se comparar com o clima daqui, mas mesmo com esse problema, é um ótimo lugar para se morar. Decidi retornar para lá, mas agora a trabalho e também para estudar um mestrado. Obviamente que vou aproveitar a oportunidade para visitar os Finlandeses que conheci por lá. 

BLOG DOS INTERCAMBISTAS

Como fazer para validar um curso de pós-graduação feito no exterior?

BLOG DOS INTERCAMBISTAS Data de Publicação: 07 jan 2019 10:27 Data de Atualização: 07 jan 2019 11:25
Como fazer para validar um curso de pós-graduação feito no exterior?

No primeiro post de 2019, queremos dar algumas orientações sobre validação para nossos alunos que eventualmente pretendam fazer uma pós-graduação no exterior.

Primeiro, o aluno deve entrar em contato com a instituição estrangeira, que esteja selecionando alunos para o curso de mestrado ou doutorado desejado, e verificar durante o processo seletivo se o curso de graduação realizado no Brasil atende os critérios exigidos pela instituição.

Em caso de não reconhecimento, não há muito o que fazer, exceto tentar outras instituições com cursos parecidos.

Conquistado o reconhecimento e finalizada a pós-graduação, na volta para o Brasil, o aluno precisa encontrar uma universidade (pode ser pública ou particular), que tenha um curso parecido com o que foi feito fora.

É aberto, então, um processo de análise que deverá ser finalizado em no máximo 180 dias, com o resultado do reconhecimento, que novamente, pode ser total, parcial, ou negado. Quanto à cursar unidades curriculares que não foram reconhecidas nesse processo, instituições públicas podem sugerir (ou não) que o aluno se inscreva no processo seletivo do curso correlato e caso aprovado, faça apenas o que precisa para obter o diploma. Instituições particulares podem oferecer soluções diferentes.

Informações mais detalhadas sobre esse processo, incluindo a documentação necessária para solicitar o reconhecimento, estão nesta Portaria Normativa do MEC, de 13 de Dezembro de 2016.

É importante ler os itens com bastante atenção, para não esquecer nenhum documento, e saber bem sobre os prazos e responsabilidades das instituições de ensino, bem como sobre funciona o processo de reconhecimento.

Desejamos que todos tenham muito sucesso em sua busca por conhecimento e crescimento profissional e acadêmico!

Um forte abraço,

Equipe Assint.

BLOG DOS INTERCAMBISTAS