Pular para o conteúdo

Notícias

O Fazer Extensionista: estudantes organizam campanha de doação de árvores nativas para arborização de bairro de Três Barras

EXTENSÃO Data de Publicação: 29 dez 2020 11:05 Data de Atualização: 30 dez 2020 10:15

De um lado, uma demanda dos moradores do Bairro São Cristóvão, no município de Três Barras, para arborização das encostas de um canal de drenagem que corta a comunidade. No outro, um grupo de estudantes do Câmpus Canoinhas disposto a colaborar e a aprender. Juntando as duas partes, a proposta do curso O Fazer Extensionista de apoiar a formação de alunos e servidores extensionistas do IFSC, contribuindo para a percepção do arranjo produtivo local. Foi assim que surgiu a campanha de doação de árvores de espécies nativas que está circulando nas redes sociais, em prol da Associação de Moradores do Bairro São Cristóvão (Amosc).

A criação da campanha foi a última tarefa dos alunos Bruno dos Anjos, Jamile Soares Fragoso, Liliane Oliveira e Taís Mariele Alves para o curso ofertado pela Diretoria de Extensão da Pró-Reitoria de Extensão e Relações Externas do IFSC. Com uma carga horária de 120 horas e aulas on-line de 3 de novembro a 15 de dezembro, o curso O Fazer Extensionista trabalhou conteúdos relacionados à busca de demandas locais e execução de atividades pontuais de extensão. No total, 19 equipes participaram do curso, sendo três do Câmpus Canoinhas.

Esta foi a primeira experiência extensionista dos alunos do curso técnico concomitante em Edificações, que escolheram o nome “Os aventureiros” para denominar o grupo justamente por se sentirem desbravadores do universo da extensão a partir do curso. “A ideia era que eles aprendessem o que é um projeto de extensão, desde o início. E, no, final, propusessem uma ação de extensão, em que fossem protagonistas, desde entrar em contato com a comunidade para ver a demanda até propor uma atividade para resolver as coisas”, explica a professora que coordenou o grupo, Roberta Ribeiro.

“Foi uma experiência e tanto. Pudemos compreender e entender melhor a dificuldade da comunidade. E, quando paramos para refletir, pensamos que a nossa atitude pode ser levada para muitas outras regiões que sofrem com o mesmo problema”, analisa a estudante Taís Alves, lembrando que o trabalho em equipe e as conversas para entender a demanda, com o presidente da Amosc, Wilson Corrêa, foram essenciais para o desenvolvimento da campanha em tão pouco tempo.

A campanha de doação de árvores nativas é um complemento ao projeto Rios Três Barras, desenvolvido pela associação de moradores para sensibilizar a população local sobre a necessidade de se preservar o meio ambiente e arborizar a encosta do canal de vazão que corta o bairro São Cristóvão, conhecido como Valetão. “A ideia de arrecadar mudas nativas para recompor os espaços verdes surgiu como a ideal para o momento”, conta o estudante Bruno, que mora no São Cristóvão e já conhecia o projeto. Com cerca de mil metros de extensão, o canal faz a drenagem das áreas alagadiças e escoa as águas da chuva até o Rio Canoinhas.

“No decorrer do trabalho, fomos evoluindo e foi notório o nosso crescimento, o desenvolvimento a cada dia”, avalia Liliane. “Tivemos que fazer diversas pesquisas, e foi incrível, porque assim pudemos observar o quanto de variedades de espécies de árvores possuímos”, conta Jamile. As alunas explicam que a pesquisa sobre a flora local foi de extrema importância para delimitar o projeto e justificar a necessidade de se investir nas espécies nativas para recompor a arborização.

A meta do grupo é arrecadar o máximo possível de mudas para incrementar a arborização das encostas do Valetão. “Também queremos conscientizar e informar as pessoas sobre a importância das árvores para o nosso meio ambiente, para o bom funcionamento do ecossistema”, relatam os alunos.

Para o presidente da Amosc, o apoio da equipe de alunos do IFSC veio em boa hora, para dar ainda mais ânimo ao projeto Rios Três Barras. “Muito bom o interesse deles, em procurar desenvolver um trabalho de extensão voltado para o meio ambiente e ajudar nosso bairro, que é o mais populoso de Três Barras”, ressalta Wilson, que também é aluno do Câmpus Canoinhas, no curso técnico em Agroecologia.

Veja o vídeo com o presidente da Amosc para conhecer mais sobre a área a ser arborizada:

 

Como contribuir

Quem quiser contribuir com a campanha pode fazer a doação de mudas de árvores nativas diretamente para a Amosc (Rua Ana Correia e Silva, nº 218, Bairro São Cristóvão, Três Barras – SC). O telefone de contato do presidente da associação, Wilson Corrêa, é o (47) 99198-6994.

O plantio das mudas será feito pelos moradores do bairro, que também serão responsáveis pelo manejo das espécies e manutenção da área arborizada.
EXTENSÃO CÂMPUS CANOINHAS